Leia também:
X Uber consegue mais de 500 mil assinaturas em Londres

Coreia do Norte diz que atacar EUA com mísseis é ‘inevitável’

Afirmação foi dada por chanceler após presidente dos EUA chamar líder norte-coreano de "homem-foguete"

Henrique Gimenes - 23/09/2017 19h42 | atualizado em 25/09/2017 15h20

Presidente dos EUA, Donaldo Trump, chamou o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong Un, de “homem-foguete” diversas vezes Foto: Reprodução/Kcna

Neste sábado (23), o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, afirmou que, após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump ofender o presidente norte-coreano Kim Jong Um, a possibilidade de um ataque com mísseis no território norte-americano seria “inevitável”. Trump se referiu ao líder da Coreia do Norte como “homem-foguete” diversas vezes, inclusive ao discursar na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O chanceler norte-coreano também afirmou que Donald Trump sofre de “um trastorno mental que está repleto de megalomania” e se encontra em “uma missão suicida”. Para ele, o Conselho de Segurança da ONU não é democrático e trata a Coreia do Norte de forma injusta, além de dar “resoluções com padrões diferentes de legalidade”, dependendo de qual país está envolvido.

O presidente dos Estados Unidos anunciou uma nova rodada de sanções do país na quinta-feira (21). O alvo da vez são empresas e instituições que facilitam o comércio com a Coreia do Norte. No início de setembro, o Conselho de Segurança da ONU também aprovou a nona rodada de sanções contra o país para tentar combater os programas nuclear e de mísseis balísticos.

Sobre o fato, Ri Yong-ho ressaltou que o país está perto de se tornar uma potência nuclear e que ““não passa de desespero considerar que a República Popular Democrática da Coreia se abale ou mude de posição por causa às sanções mais severas das forças hostis”.

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.