Leia também:
X Campanha de Trump processa Pensilvânia por irregularidade

Contra Bolsonaro, sites mudam contexto de fala de embaixador

Veículos tentaram fazer conexão entre citação de Bolsonaro aos Estados Unidos e declaração de representante diplomático

Pleno.News - 11/11/2020 14h21 | atualizado em 11/11/2020 16h28

Embaixador Todd Chapman Foto: Reprodução

Diversos veículos de imprensa tentaram atribuir um tom de resposta ao governo brasileiro em uma postagem do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, em que ele exaltava os fuzileiros navais americanos pelo aniversário de 245 anos da corporação.

Entretanto, sites como UOL, Metrópoles, Correio Braziliense, Poder 360 e Estadão intitularam suas reportagens com referências a uma fala de Bolsonaro, quando a mensagem do embaixador não tinha qualquer conexão com o líder brasileiro.

Na mensagem, Chapman parabenizou o Corpo de Fuzileiros Navais pela data e falou sobre o “forte relacionamento bilateral com o Brasil”. Na breve postagem, o representante diplomático não fez qualquer referência ao presidente brasileiro.

– Compartilham uma longa história e um relacionamento importante e duradouro, que nos permite exercer com segurança os interesses dos Estados Unidos e um forte relacionamento bilateral com o Brasil – escreveu.

A declaração usada por alguns veículos de mídia para atacar Bolsonaro, por sua vez, foi proferida ainda na tarde de terça-feira (10) durante uma cerimônia no Palácio do Planalto. Na ocasião, o presidente criticou uma fala do candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, em que o americano citava possíveis sanções ao país por queimadas na Amazônia.

– Assistimos há pouco aí um grande candidato a chefia de Estado dizer que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, ele levanta barreiras comerciais contra o Brasil. E como é que podemos fazer frente a tudo isso? Apenas a diplomacia não dá, não é, Ernesto? Quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, senão, não funciona. Não precisa nem usar pólvora, mas tem que saber que tem – disse.

Nas manchetes de alguns dos sites de maior audiência do país, porém, o nome do presidente brasileiro surgiu como se a declaração de Chapman tivesse alguma relação com a declaração. No G1, por exemplo, o título usado foi “Após Bolsonaro falar em ‘pólvora’, embaixador americano exalta o poderio militar dos EUA”, tom parecido ao utilizado pelo UOL, que escreveu: “Bolsonaro fala em pólvora e embaixador dos EUA exalta militares”.

Apesar das manchetes, a relação entre Bolsonaro e o embaixador americano é bastante positiva. No dia 4 de julho deste ano, data que marcou a Independência dos Estados Unidos, o presidente esteve na residência do representante diplomático para um almoço. Nas fotos, inclusive, foi possível perceber momentos de descontração entre ambos.

Leia também1 'Quem não toma a vacina não vai passar o vírus para quem toma'
2 Maia 'ataca' Bolsonaro e fala em compromisso com vacina
3 Bolsonaro: "Isolamento levou ao desemprego em massa no Brasil"
4 Bolsonaro critica: 'Me culpam por tudo que acontece no Brasil'
5 Jair Bolsonaro reclama: 'Tem que deixar de ser um país de maricas'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.