Leia também:
X FBI atribui ataque cibernético contra a JBS a grupo russo

Conteúdo de 3,2 mil e-mails de Anthony Fauci vem a público

Mensagens trazem questionamentos sobre máscaras, e-mails para Bill Gates e origem da Covid

Paulo Moura - 03/06/2021 14h58 | atualizado em 03/06/2021 15h07

Dr. Anthony Fauci Foto: EFE/EPA/Al Drago/Archivo

Na última terça-feira (1°), o site norte-americano Buzzfeed News publicou os conteúdos de cerca de 3,2 mil e-mails trocados por Anthony Fauci, diretor dos Institutos Nacionais de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, e conselheiro-chefe do governo Biden sobre a pandemia de Covid-19.

Os arquivos, obtidos pela Freedom of Information Act (equivalente à Lei de Acesso à Informação no Brasil), causaram uma enorme repercussão da imprensa americana, com diversos questionamentos a respeito do que foi discutido por Fauci nas conversas.

Um dos principais pontos abordados pelos jornalistas nos Estados Unidos foi a fala do médico a respeito da eficácia do uso de máscaras contra a Covid-19. Em um dos e-mails, enviado no dia 5 de fevereiro de 2020, Fauci disse que o uso do item só era necessário para pessoas infectadas.

– Máscaras são mais para pessoas infectadas evitarem espalhar a infecção do que para proteger pessoas de adquirirem a infecção. A máscara comum que você compra na farmácia não é realmente eficiente para evitar o vírus, que é pequeno o suficiente para passar pelo material – escreveu Fauci.

Mas não foi apenas esse o cerne das mensagens. O jornalista Tucker Carlson, da Fox News americana, reforçou em seu programa que Fauci teria conhecimento das chances do vírus ter sido criado em laboratório. Para Carlson, e-mails trocados entre Fauci e o imunologista Kristian Andersen, no dia 31 de janeiro do ano passado, davam conta de que Andersen avisou sobre essa possibilidade.

– As características incomuns do vírus constituem uma parte realmente pequena do genoma (menos de vírgula um por cento), então é preciso olhar bem de perto todas as sequências para ver se algumas das características (potencialmente) parecem engenheiradas – escreveu Andersen para Fauci.

Carlson então lembrou que, apesar desse alerta, Fauci disse no dia 17 de abril de 2020 que era “totalmente consistente” que o coronavírus desse um salto de uma espécie de um animal para um humano, concluindo, com isso, que o vírus poderia ter se originado dos animais, como foi amplamente divulgado.

Outro ponto indicado por Carlson como relevante no conjunto de e-mails foi o fato de que Fauci teria trocado mais de duas dúzias de mensagens com o bilionário Bill Gates, apesar do empresário não ser um médico ou um especialista relacionado à pandemia de coronavírus.

– Por que Tony Fauci teria um contato tão regular com Bill Gates? Ainda assim, o termo “Bill Gates” aparece mais de duas dúzias de vezes nos e-mails de Fauci. Bill Gates lucrou de alguma forma com a orientação do Covid de Tony Fauci? Isso definitivamente valeria a pena saber – completou.

Caso queira conferir o conteúdo completo das 3,2 mil páginas de e-mails, é só clicar aqui (textos em inglês).

Leia também1 Trump diz a apoiadores que espera voltar ao poder em agosto
2 Novo escândalo de espionagem gera crise entre EUA e Europa
3 Pacote de infraestrutura: Biden quer avanço nas negociações
4 Biden diz que militares são "a espinha sólida da nação"
5 Após 47 anos no cargo, mordomo da Casa Branca se aposenta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.