Leia também:
X Ataque a tiros em empresa de entrega nos EUA deixa 9 mortos

China tem crescimento recorde no primeiro trimestre de 2021

País asiático alega que o salto dos números ocorreu, em grande parte, por conta da baixa base de comparação do ano passado

Paulo Moura - 16/04/2021 10h03 | atualizado em 16/04/2021 10h07

China teve alta nos índices econômicos Foto: Pixabay

A China anunciou, nesta sexta-feira (16), um crescimento econômico recorde no primeiro trimestre deste ano, de 18,3%, em comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com autoridades do país, o salto dos números ocorreu, em grande parte, por conta da baixa base de comparação apresentada em 2020.

Embora o salto do Produto Interno Bruto tenha ficado abaixo da expectativa do mercado (de 19%), em uma pesquisa da agência Reuters, os dados oficiais mostraram que esse foi o crescimento mais forte desde que os registros trimestrais começaram em 1992, depois de alta de 6,5% no quarto trimestre de 2020.

No primeiro trimestre de 2020, o PIB chinês havia caído 6,8%, o pior resultado econômico em 44 anos. Em 2020, o país foi um dos poucos que registrou crescimento econômico, com alta de 2,3% no PIB. Para este ano, a China projeta um crescimento de pelo menos 6%. Já o Fundo Monetário Internacional (FMI), prevê um aumento de 8,4% do PIB da segunda maior economia mundial.

No comércio, os números do país asiático também apresentaram alta. Em março, quando parte do mundo ainda estava muito afetado pela pandemia, as exportações chinesas permaneceram sólidas, com alta de 30,6% em ritmo anual. No índice de vendas do varejo, principal indicador do consumo, a subida foi de 34,2% em ritmo anual em março, contra 33,8% de janeiro-fevereiro.

Leia também1 Cristã enfrenta chinesa no UFC e diz: "Antes morta, que vermelha"
2 Comércio internacional da China cresceu 24% em março
3 Eficácia da vacina contra Covid da Moderna cai de 94% para 90%
4 Trump diz que pausa na vacina da Janssen tem 'causas políticas'
5 Embaixador da China elogia o novo chanceler brasileiro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.