Leia também:
X Chefe da Otan diz que guerra na Ucrânia pode durar anos

Candidato de esquerda fala em fraude nas eleições da Colômbia

Gustavo Petro enfrenta o conservador Rodolfo Hernández no pleito deste domingo

Pleno.News - 19/06/2022 16h02 | atualizado em 19/06/2022 16h03

Gustavo Petro fala em fraude nas eleições da Colômbia Foto: EFE/Mauricio Dueñas Castañeda

O candidato de esquerda Gustavo Petro pediu uma “votação maciça” para “derrotar qualquer tentativa de fraude” neste domingo (19), data que marca o segundo turno das eleições presidenciais da Colômbia, no qual enfrenta o conservador Rodolfo Hernández.

O candidato de esquerda alega que, em áreas onde tem altos índices de intenção de voto, “foram entregues cédulas previamente marcadas com um ponto” em uma “tentativa sistemática de anulação de votos”.

Antes de votar neste domingo, o candidato também havia comentando no Twitter que, apesar de todas as sondagens publicadas na semana passada preverem um empate técnico, outras medições o colocariam “bem acima do outro candidato”.

– A única coisa que nos resta agora é enfrentar a fraude – afirmou.

Por sua vez, Hernández respondeu que “na democracia a única medição válida é o escrutínio” e pediu que o opositor “não insista em criar um ambiente de fraude baseado em fofocas”. O titular do órgão responsável pelas eleições, Alexander Vega, também reforçou hoje que “na Colômbia não há possibilidade de fraude”.

Na Colômbia, a primeira informação pública sobre a votação é feita através da pré-contagem, que é realizada pelos jurados depois de contar os votos e preencher os formulários. Esta informação, embora geralmente muito confiável, não é oficial, uma vez que o escrutínio definitivo é realizado pelo Registro Nacional nos dias seguintes.

No primeiro turno, que Petro venceu com 8.527.768 votos (40,32%) e Hernández foi o segundo colocado com 5.953.209 (28,15%), Vega garantiu que a diferença entre a pré-contagem e a contagem diferia em apenas 0,1%.

*EFE

Leia também1 Bolsonaro celebra 'kits de literatura familiar' e lembra dos 'kits do PT'
2 “Se Lula perde, o Brasil ganha”, alfineta Ciro Nogueira
3 Luciano Szafir tem melhora e recebe nova alta de hospital
4 Chefe da Otan diz que guerra na Ucrânia pode durar anos
5 Lira: Presidente da Petrobras faz 'vingança' contra Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.