Leia também:
X Guerra já causou prejuízo de 100 bilhões de dólares, diz Ucrânia

Boris Johnson alerta para o uso de armas químicas pela Rússia

Primeiro-ministro do Reino Unido afirmou que russos já devem preparar ataques do tipo

Henrique Gimenes - 10/03/2022 18h01

Boris Johnson, primeiro-ministro britânico Foto: Divulgação/Governo do Reino Unido

Nesta quinta-feira (10), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alertou para o uso de armas químicas pela Rússia na invasão à Ucrânia. Durante uma entrevista à emissora Sky News, ele afirmou que os russos já devem preparar ataques do tipo.

Johnson fez o comentário após declarações de autoridades russas sobre a descoberta de um suposto programa militar na Ucrânia que estaria desenvolvendo armas biológicas.

– As coisas que você está ouvindo sobre armas químicas estão diretamente na cartilha deles. Eles começam a dizer que existem armas químicas em posse de seus oponentes ou dos americanos. E, assim, eles próprios usam armas químicas, como eu temo. Eles têm uma espécie de maskirovka, uma história falsa, pronta para ser lançada. E você viu isso na Síria. Você viu isso mesmo no Reino Unido (…) É isso que eles já estão fazendo. É um governo cínico e bárbaro – destacou.

Nesta quarta-feira (9), os Estados Unidos (EUA) também chegaram a mostrar preocupação com o uso de armas químicas pelos russos. A afirmação foi feita pela porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

– Todos nós devemos estar atentos para que a Rússia possivelmente use armas químicas ou biológicas na Ucrânia, ou crie uma operação de bandeira falsa usando-as. É um padrão claro – apontou.

O ataque da Rússia à Ucrânia ocorreu na madrugada do dia 24 de fevereiro. O anúncio da “operação militar no leste da Ucrânia” foi feito pelo presidente russo, Vladimir Putin, em um discurso transmitido na televisão. De acordo com ele, o objetivo era “proteger as pessoas que são submetidas a abusos, genocídio de Kiev durante oito anos”, e, para isso, ele buscaria “desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia e levar à Justiça aqueles que cometeram vários crimes sangrentos contra pessoas pacíficas, incluindo cidadãos russos”.

Leia também1 Guerra já causou prejuízo de 100 bilhões de dólares, diz Ucrânia
2 Pastora resgatada pela FAB: 'Estão metralhando nossas casas'
3 Arthur do Val é notificado pelo Conselho de Ética
4 Agustin posta encontro de Luisa Mell com Bolsonaro e Michelle
5 MBL destinou dinheiro arrecado em campanha pela Ucrânia a entidade presidida por fundador do PT

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.