Leia também:
X Rússia ameaça ‘cortar’ gás da Europa em retaliação a sanções

Biden proíbe compra de petróleo russo nos Estados Unidos

Medida ocorre devido à invasão russa à Ucrânia

Henrique Gimenes - 08/03/2022 14h37 | atualizado em 08/03/2022 15h10

Presidente dos EUA, Joe Biden Foto: EFE/EPA/Yuri Gripas / POOL

Nesta terça-feira (8), o presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, proibiu a compra de petróleo da Rússia no país. O anúncio foi feito durante um pronunciamento ao vivo.

De acordo com Biden, a medida tem por objetivo fazer com que o presidente russo, Vladimir Putin, pare com os bombardeios na Ucrânia.

– Os Estados Unidos produzem mais petróleo do que todos os países da Europa juntos. Nossas equipes estão discutindo como isso [proibição] irá acontecer. Nossa ideia é continuar causando prejuízos ao Putin. A defesa da liberdade tem um custo. E um custo para nós americanos – apontou.

O ataque da Rússia à Ucrânia ocorreu na madrugada do dia 24 de fevereiro. O anúncio da “operação militar no leste da Ucrânia” foi feito pelo presidente russo, Vladimir Putin, em um discurso transmitido na televisão. De acordo com ele, o objetivo era “proteger as pessoas que são submetidas a abusos, genocídio de Kiev durante oito anos”, e, para isso, ele buscaria “desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia e levar à Justiça aqueles que cometeram vários crimes sangrentos contra pessoas pacíficas, incluindo cidadãos russos”.

Durante seu pronunciamento, Biden falou ainda sobre a questão do preço dos combustíveis e também sobre o aumento devido à guerra.

– Entendemos que a guerra de Putin está elevando os preços, mas isso não é desculpa para que as empresas elevem sobremaneira os preços – destacou.

Leia também1 Ex-Kid Abelha, Leoni critica presidente da Ucrânia: 'Fascista'
2 EUA detectam obras em base nuclear da Coreia do Norte
3 EUA determinam o envio de mais 500 soldados para a Europa
4 Maduro: 'Bandeiras da Venezuela e dos EUA ficaram lindas unidas'
5 EUA confirmam viagem recente de delegação a Caracas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.