Leia também:
X Protestos contra convocação de Putin já deixaram 46 presos na Rússia

Biden diz ser irracional deportar imigrantes para Venezuela, Cuba e Nicarágua

Democrata deu declarações nesta terça-feira

Pleno.News - 21/09/2022 14h30 | atualizado em 21/09/2022 15h22

Presidente dos EUA, Joe Biden Foto: EFE/EPA/BANDAR ALJALOUD

Nesta terça-feira (20), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que “não é racional” deportar para Venezuela, Cuba e Nicarágua os imigrantes que chegam desses países. O democrata destacou que está trabalhando com o México para deter o fluxo dessas chegadas.

Falando à imprensa, na Casa Branca, Biden assegurou que a situação na fronteira é “totalmente diferente” do que era no governo anterior, de Donald Trump (2017-2021), já que “menos imigrantes chegam da América Central e do México”.

– Agora estou atento a Venezuela, Cuba e Nicarágua. A possibilidade de enviá-los de volta a esses países não é racional. Estamos trabalhando com o México e com outros países para ver se podemos parar o fluxo (migratório) – falou.

Diante dos rumores de que os governadores republicanos poderiam enviar imigrantes indocumentados para o estado de Delaware, onde Biden reside, o presidente se limitou a responder com um tom de zombaria.

– Visitem Delaware, é um estado lindo – disse.

A imigração se tornou um dos grandes problemas da campanha para as eleições de meio de mandato de novembro depois que alguns governadores republicanos decidiram enviar grupos de imigrantes indocumentados para estados governados por democratas como um protesto contra a política migratória de Biden.

Desde abril, o governador do Texas, o republicano Greg Abbott, tem enviado regularmente ônibus com imigrantes, a maioria venezuelanos, para Washington, Nova Iorque e Chicago. A atitude foi tomada em resposta à tentativa de Biden de rescindir o Título 42, uma regulamentação sanitária que permitia deportações expressas de imigrantes na fronteira.

Na semana passada, o governador da Flórida, o também republicano Ron DeSantis, aderiu à estratégia de Abbott enviando dois aviões com imigrantes para Martha’s Vineyard, uma ilha exclusiva no estado de Massachusetts.

*EFE

Leia também1 EUA consideram convocação de Putin como "sinal de fraqueza"
2 Filha de Billy Graham diz que a América se afastou de Deus
3 Biden diz que EUA defenderiam Taiwan; China critica
4 Em entrevista, Joe Biden afirma que a pandemia acabou
5 Texas envia outro ônibus com imigrantes para casa de Kamala

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.