Leia também:
X Rodrigo Neves critica Freixo: “Nunca administrou nada”

Após falas de Bolsonaro, Chile convoca embaixador do Brasil

No entanto, país não cortará relações diplomáticas com governo brasileiro

Pleno.News - 29/08/2022 15h42 | atualizado em 29/08/2022 16h09

Gabriel Boric, presidente do Chile Foto: EFE/ Alberto Valdés

Nesta segunda-feira (29), o Chile convocou o embaixador do Brasil em Santiago, Paulo Pacheco, para consultas. O chamado ocorreu em forma de protesto por causa das declarações que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro deu contra o presidente chileno, Gabriel Boric.

Durante debate presidencial, no domingo (28), Bolsonaro acusou Boric de “queimar o metrô” nos protestos de 2019, segundo informou Antonia Urrejola, a ministra das Relações Exteriores do Chile. As informações são do portal G1.

– Lula apoiou o presidente do Chile também. O mesmo que praticava atos de tocar fogo em metrôs lá no Chile. Para onde está indo o nosso Chile? – disse Bolsonaro.

Para ministra chilena, a fala do presidente do Brasil é gravíssima.

– Consideramos essas acusações gravíssimas. Obviamente são absolutamente falsas e lamentamos que em um contexto eleitoral as relações bilaterais sejam aproveitadas e polarizadas por meio da desinformação e das notícias falsas – falou Urrejola.

De acordo com a agência EFE, Antonia Urrejola participou de uma entrevista coletiva e disse que as declarações de Bolsonaro são “falsas” e “corroem a relação bilateral”.

– São absolutamente falsas, e lamentamos que, em um contexto eleitoral, as relações bilaterais sejam aproveitadas e polarizadas através de desinformação e notícias falsas – falou.

Ela explicou que tinha convocado o embaixador brasileiro para entregar uma “nota de protesto”. No entanto, a ministra descartou o rompimento das relações diplomáticas.

– Obviamente essas declarações não facilitam as relações, mas existe uma relação histórica, temos uma história e um futuro comuns, e vamos continuar trabalhando nesta relação bilateral. Esta não é a maneira de fazer política – disse.

Leia também1 Gleisi diz que Ciro fez aliança com Bolsonaro para criticar Lula
2 Campanha de Lula já gastou R$ 27 milhões com marketing
3 TSE nega excluir posts sobre fala de Lula "agradecendo" pelo coronavírus
4 Ciro apaga post lembrando que Lula "está fraco fisicamente"
5 TSE ordena remoção imediata de post de Eduardo B. contra Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.