Leia também:
X Cristina Kirchner recebe ameaça de morte, diz ministro argentino

Polícia prende nova suspeita de ataque contra Cristina Kirchner

A identidade da mulher ainda não foi revelada

Pleno.News - 13/09/2022 11h19 | atualizado em 13/09/2022 11h38

Cristina Kirchner Foto: EFE/ Juan Ignacio Roncoroni/Archivo

Uma terceira pessoa foi presa, nesta terça-feira (13), por suspeitas de envolvimento na tentativa de assassinato da vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, em 1º de setembro.

A mulher detida mantinha conversas com Brenda Uliarte, a namorada do brasileiro Fernando Sabag Montiel, ambos já acusados pelo crime. A identidade da mulher ainda não foi revelada, mas ela foi presa na noite de segunda (12), em uma operação policial no bairro de San Miguel, o mesmo onde Sabag Montiel vive.

Segundo o La Nación, a detida não faz parte da “gangue do algodão doce”, grupo de amigos do casal cujas atividades estariam na mira dos investigadores. Mensagens extraídas do celular de Uliarte levantaram a suspeita dos investigadores de que o grupo já teria tentado assassinar a vice-presidente em ao menos outras duas ocasiões.

A polícia argentina descobriu que o acusado de tentar atirar contra a vice-presidente Cristina Kirchner planejou outro atentado contra ela no dia 27 de agosto. Essa tentativa teria sido descoberta durante a perícia do conteúdo do celular da namorada de Fernando Sabag Montiel, Brenda Uliarte, com as provas anexadas ao processo nesta segunda. A juíza responsável pelo caso, María Eugenia Capuchetti, ordenou segredo de justiça sobre o processo.

De acordo com fontes ouvidas pelo Clarín, o plano é revelado nas mensagens trocadas pelos dois acusados na semana anterior ao atentado, realizado no dia 1º deste mês. Os dois falam sobre a “presença de câmeras C5N”, trocam detalhes de horários e do movimento de pessoas e militantes na residência de Cristina.

– Ela (a vice-presidente) já subiu, acho que ela não vai sair nesse momento então ela já foi, saiu, eu vou lá, fica lá. Não traga nada – diz Sabag Montiel a Brenda em uma das mensagens.

CASAL PRESO
Fernando Sabag Montiel e a namorada estão presos e foram interrogados pela juíza na última terça (6). Segundo a imprensa local, o brasileiro teria se recusado a falar e declarou apenas que a namorada não estaria envolvida no ataque.

A jovem, por sua vez, negou ter participado do atentado e afirmou que só estava “acompanhando” o namorado na ocasião. Câmeras de segurança próxima ao local do ataque flagraram a presença de Brenda no momento da ação.

Cristina Kirchner, de 69 anos, escapou ilesa da tentativa de ataque. A arma de fogo, apesar de ter sido acionada duas vezes, não disparou. O atentado frustrado aconteceu quando a vice-presidente cumprimentava um grupo de apoiadores na porta de sua casa, em Buenos Aires.

*AE

Leia também1 Cristina Kirchner recebe ameaça de morte, diz ministro argentino
2 Ex-funcionários do governo Trump prestarão depoimento
3 Ator de James Bond é acusado de homofobia e machismo
4 Cristiano Ronaldo nega proposta do Al-Hilal de R$ 1,24 bilhões
5 Elias Theodorou, ex-lutador do UFC, morre aos 34 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.