Piloto de férias assume voo para evitar cancelamento

Profissional viajava com a família e ofereceu favor à companhia aérea

Pleno.News - 11/09/2019 12h07

Piloto de férias se ofereceu para guiar aeronave ao destino Foto: Reprodução

Imagine a frustração e o transtorno que é ter um voo cancelado, perder compromissos ou uma ocasião importante? Agora, imagine que neste mesmo avião tem um piloto, de férias, com a licença para voar entre os documentos de bolso e que se oferece para guiar essa aeronave? Parece até roteiro de filme, mas realmente aconteceu.

O fato narrado acima ocorreu no último dia 2 de setembro, com uma avião da companhia aérea EasyJet, que saía de Manchester, na Inglaterra, com destino a Alicante, na Espanha. O piloto que levaria a aeronave não apareceu e o voo estava prestes a ser cancelado, quando o comandante Michael Bradley, também funcionário da empresa, e que estava de férias com a família, se ofereceu para guiar o avião até o destino.

– Liguei para a EasyJet e disse: ‘Oi, estou de pé no terminal sem fazer nada. Tenho minha licença comigo, tenho minha identidade comigo e gostaria muito de sair de férias e se vocês precisarem de um favor, eu estou aqui, pronto – disse Michael.

O pedido foi imediatamente atendido pela companhia, que permitiu que Bradley conduzisse a aeronave até o destino. De acordo com a EasyJet, o piloto que estava designado originalmente para o voo ficou retido na França devido a um problema em um sistema dos aeroportos franceses. Bradley foi autorizado a conduzir a aeronave porque já trabalha na empresa e sua documentação estava em dia. Seus registros foram consultados e, como ele tinha passado os quatro dias anteriores de folga, foi considerado descansado suficientemente para pilotar.

LEIA TAMBÉM+ Atentado às Torres Gêmeas de Nova Iorque completa 18 anos
+ Dois ministros de Macron recebem ameaças de morte
+ Mulher vende os filhos para pagar dívida e comprar celular


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo