Leia também:
X Brasil confirma 25 mortes por Covid-19 e 1.546 casos

Pessoas ficam intoxicadas por uso errado de cloroquina

Pacientes com Covid-19 estão se automedicando

Gabriela Doria - 22/03/2020 18h26

Hidroxicloroquina causou intoxicação em duas pessoas na Nigéria Foto: Governo do Amapá/André Rodrigues

O uso sem prescrição médica da cloroquina já deixou duas pessoas intoxicadas na cidade de Lagos, na Nigéria. A automedicação com a substância começou após estudos indicarem que ela pode surtir efeito no combate à Covid-19, o que gerou uma grande corrida às farmácias.

– Já registramos dois casos de intoxicação, mas provavelmente teremos mais e mais nos próximos dias. Depois da declaração de Donald Trump, isso ganhou outra dimensão. As pessoas foram em massa às farmácias para comprar cloroquina – disse Ore Awokoya, assessora especial de saúde do governo de Lagos.

A cloroquina e a hidroxicloroquina é um medicamento amplamente usado em pessoas com malária e doenças reumáticas, como o lúpus eritematoso sistêmico (LES) e a artrite reumatóide.

Recentemente, um estudo francês mostrou que o medicamento pode ser eficiente também no combate ao novo coronavírus. No entanto, pesquisas mais aprofundadas estão sendo feitas para verificar o poder da substância e os resultados ainda não foram divulgados.

Autoridades sanitárias de todo o mundo, incluindo o Brasil, alertaram para que a população não faça uso da cloroquina sem orientação médica.

Leia também1 Presidente afirma que não acredita em colapso da saúde
2 Bolsonaro confirma início de testes com cloroquina
3 "Cloroquina e azitromicina podem mudar a história"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.