Leia também:
X Congresso do Peru autoriza setor privado a comprar vacinas anticovid

Pescador captura lagosta azul rara: “Uma em dois milhões”

Coloração azulada ocorre devido a uma mutação genética

Thamirys Andrade - 25/04/2021 18h10 | atualizado em 25/04/2021 18h14

O pescador Tom Lambourn, de 25 anos, foi surpreendido por uma raríssima lagosta azul durante sua rotina de trabalho na costa da cidade de Penzance, no sudoeste da Inglaterra.

Impressionado, Tom tirou fotos do animal, que media apenas 30 cm de comprimento, mas o devolveu ao mar por ser menor do que o permitido para pesca no condado da Cornualha.

Ele enviou as fotos para a incubadora de lagostas do Reino Unido, National Lobster Hatchery, e descobriu que havia fisgado uma verdadeira raridade.

– Me disseram que é uma em dois milhões. Então é muito especial – contou ele.

Normalmente encontradas nas cores marrom ou vermelho-escuro, lagostas podem adquirir a pigmentação azulada devido a uma anomalia genética. A mutação ocorre quando a proteína responsável pela coloração do exoesqueleto é produzida em excesso.

De acordo com Ben Marshall, supervisor do incubatório, as lagostas azuis são raras por uma questão de seleção natural.

– Lagostas azuis têm uma pigmentação de cor diferente, o que significa que são muito mais difíceis de camuflar. Acabam sendo presas mais fáceis, o que reduz o número delas – disse ao Daily Mail.

Leia também1 Indonésia encontra submarino e confirma morte dos ocupantes
2 Nasa e SpaceX enviam quatro astronautas à Estação Espacial
3 Brasileiro rouba uniforme de cia aérea, dorme em avião e é preso
4 Incêndio em hospital mata 82 pacientes com Covid no Iraque
5 Joe Biden reconhece genocídio armênio e irrita Turquia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.