Leia também:
X Mortos em razão de incêndios na Austrália chegam a 17

Perseguição: 29 missionários foram assassinados em 2019

Vaticano alertou que há uma "globalização da violência"

Camille Dornelles - 02/01/2020 12h54

O Vaticano divulgou, nesta quinta-feira (2), o número de missionários assassinados durante o ano de 2019 no mundo. Segundo análises da Santa Sé, 29 missionários cristãos foram mortos por seu trabalho religioso.

Dez deles foram assassinados na África, oito na América, um na Ásia e um na Europa.

– Registra-se uma espécie de “globalização da violência”, enquanto no passado os missionários assassinados se concentravam em boa parte numa nação ou numa área geográfica – avaliou o Vaticano.

A perseguição contra cristãos sofreu um aumento nos últimos anos, apesar de o número ter caído em relação a 2018. Naquele ano o total de missionários assassinados foi de 40. Mas o total de 2019 é superior aos de 2015 (22), 2016 (23) e 2017 (23).

A contagem leva em conta apenas os cristãos que registrados como missionários em serviço e deixa de fora pessoas assassinadas apenas por seguirem a fé cristã. É o caso dos atentados no Sri Lanka, Burkina Faso e das 11 pessoas que foram decapitadas pelo Estado Islâmico após o Natal, chocando autoridades mundiais.

Leia também1 Em vídeo, Estado Islâmico mata 11 cristãos após o Natal
2 Em nota, Damares repudia caso de cristãos decapitados
3 Brasil adota posição contra perseguição religiosa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.