Leia também:
X Veredicto em processo de Cristina Kirchner sai nesta terça

Pais não deixam bebê receber “sangue vacinado” contra Covid

Autoridade de saúde neozelandesa ajuizou um pedido para ter uma custódia de emergência da criança

Paulo Moura - 06/12/2022 14h32 | atualizado em 06/12/2022 15h32

Pais proibiram que bebê receba sangue de vacinados contra a Covid-19 (imagem ilustrativa) Foto: Pixabay

A autoridade de saúde da Nova Zelândia ajuizou um pedido de custódia de emergência no Tribunal Superior de Auckland de um bebê cujos pais proibiram uma cirurgia de urgência por receio de que os doadores tenham sido vacinados contra a Covid-19. A criança precisa de uma operação para corrigir um problema cardíaco conhecido como estenose pulmonar valvar.

O procedimento cirúrgico foi adiado porque os pais não querem que a criança receba qualquer transfusão de sangue que seja proveniente de doadores que receberam vacinas contra a Covid-19 de RNA mensageiro, como as da Pfizer e da Moderna.

As autoridades de saúde, no entanto, rejeitaram o pedido dos pais, uma vez que os bancos de sangue do país não fazem distinção entre doações de pessoas vacinadas ou não contra o novo coronavírus, já que eles consideram que não há risco extra pelo uso de sangue de pessoas que receberam a aplicação.

Com isso, as autoridades pediram a custódia parcial da criança, deixando os pais a cargo dos cuidados não médicos, para permitir que a cirurgia seja realizada imediatamente. O órgão neozelandês afirmou que recorreu ao tribunal pensando “no melhor interesse da criança”.

Em meio ao imbróglio envolvendo a questão, cerca de 150 manifestantes se reuniram, nesta terça-feira (6), diante do Tribunal de Auckland para expressar apoio à família. A questão ainda aguarda por uma decisão do Judiciário do país da Oceania.

Leia também1 Diretores de jornalismo da CNN Brasil são demitidos da emissora
2 Abono salarial e PIS/Pasep têm mais de R$ 25 bilhões para saque
3 Polícia prende 37 pessoas por abuso sexual infantil
4 Convidados da Farofa da Gkay desrespeitam medida da Anvisa
5 Vídeo registrou mulher indo até jovem esfaqueada em ônibus

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.