CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Shoppings estimam 120 mil demissões diante da crise

Oxford convoca 10 mil pessoas para testar vacina anticovid

Cientistas seguem para fase de ensaio clínico

Mayara Macedo - 25/05/2020 14h46 | atualizado em 25/05/2020 14h48

Universidade de Oxford Foto: Pixabay

A tradicional Universidade de Oxford, no Reino Unido, convocou 10.260 voluntários para testar uma possível vacina contra o coronavírus. Os pesquisadores britânicos começaram a desenvolver a medicação em janeiro e, agora, seguem para a fase de ensaios clínicos.

Em abril, os cientistas imunizaram mais de mil voluntários, com idades entre 18 e 55 anos, com o intuito de testar a segurança da vacina. Nesta segunda fase, as doses serão aplicadas em adultos com mais de 56 anos e em crianças de 5 a 12 anos de idade.

Se os resultados forem positivos, os especialistas acreditam que terão dados o suficiente para provar a eficácia da vacina e, assim, produzir o remédio em massa.

– É possível que, no outono, a partir de setembro, ou no final do ano, você possa ter resultados que permitam o uso da vacina em uma escala mais ampla – afirmou Andrew Pollard, chefe do Oxford Vaccine Group.

Entretanto, Pollard reforça que a produção da vacina não será tão fácil assim. É preciso levar em consideração o tempo que vão levar para provar que a medicação realmente funciona e possíveis complicações em sua produção.

Leia também1 Shoppings estimam 120 mil demissões diante da crise
2 OMS paralisa todos os testes clínicos com cloroquina
3 Prefeitura de Fortaleza ignora pedido para uso da cloroquina

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo