Leia também:
X Meia-irmã de Meghan Markle é barrada em palácio

OEA destaca normalidade nas eleições no Brasil

Preocupação se devia à polarização vivida pelo país às vésperas das eleições presidenciais

Ana Luiza Menezes - 07/10/2018 18h01

Chefe da missão de observação eleitoral da OEA destacou “normalidade” das votações Foto: EFE/Joédson Alves

Laura Chinchilla, ex-presidente da Costa Rica e chefe da primeira missão de observação eleitoral da Organização dos Estados Americanos (OEA) comentou as eleições realizadas no Brasil. Ela afirmou que o pleito deste domingo (7) transcorreu “com muita normalidade” e sem incidentes.

– Observamos um processo com muita normalidade, que até contrasta com a preocupação que existia na campanha – declarou Chinchilla.

Ela conversou com jornalistas após visitar um centro de votação em Brasília. Segundo Laura, a preocupação se devia, especialmente, à exacerbada polarização vivida pelo país às vésperas das eleições presidenciais.

A chefe da missão, entre os 40 observadores da OEA em atuação em 13 dos 27 estados do país, disse ainda que não houve relatos de problemas que possam chamar a atenção.

A ex-governante costa-riquenha criticou a divulgação de notícias falsas nas redes sociais, um assunto que foi reconhecido e está sendo combatido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ela defendeu que o impacto das notícias falsas entre a população não só afeta os candidatos à Presidência, mas pode colocar em dúvida a credibilidade das eleições.

A chefe da missão da OEA também destacou o bom funcionamento do sistema de urnas eletrônicas adotado no Brasil.

– Não encontramos até o momento nenhum aspecto que gere alguma suspeita sobre a possibilidade de violar o sistema eletrônico de votação – garantiu.

A missão de observadores da OEA apresentará, na segunda-feira (8), um primeiro relatório preliminar sobre seu trabalho no Brasil. Sua permanência no país deve ser até o final do mês, se houver necessidade de segundo turno, previsto para o dia 28 de outubro.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Evo Morales diz que brasileiros acabarão com oligarquias
2 No Paraguai, brasileiros lotam seções eleitorais para votar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.