Leia também:
X Financiados por Soros no Brasil vão de ONGs pró-aborto a FHC

Nova Iorque fará megashow para comemorar reabertura

A intenção é reunir artistas "icônicos" em apresentação com a presença de 60 mil espectadores

Pleno.News - 07/06/2021 14h41 | atualizado em 07/06/2021 16h38

Nova Iorque fará megashow no Central Park para comemorar reabertura Foto: Pexels

A prefeitura de Nova Iorque, nos EUA, recrutou o famoso produtor musical Clive Davis para organizar um megashow no Central Park, evento para comemorar a recuperação da cidade após a pandemia de Covid-19, informou o jornal The New York Times nesta segunda-feira (7).

Ainda não há artistas confirmados, mas a intenção é reunir oito estrelas “icônicas” em uma apresentação de três horas, com a presença de 60 mil espectadores e transmissão televisionada para todo o mundo, segundo disse Davis ao jornal.

O evento, provisoriamente planejado para 21 de agosto, fará parte de uma semana de comemorações para marcar a reabertura da cidade, que chegou a ser o principal foco de Covid-19 no mundo.

– Este show será uma oportunidade única na vida – afirmou ao mesmo jornal o prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

Ele garantiu que a semana será algo “nunca antes visto” na cidade.

Com a ideia de reunir grandes estrelas, De Blasio contratou Davis, um dos principais nomes da indústria musical americana há décadas e que, ao longo da sua carreira, trabalhou com nomes como Janis Joplin, Bruce Springsteen, Aretha Franklin e Whitney Houston. O produtor, de 89 anos, já está trabalhando na seleção de artistas. A empresa Live Nation, gigante dos shows ao vivo, também está envolvida na produção.

Segundo Davis, que desde 1976 se encarrega da organização da cerimônia de premiação do Grammy, a maioria dos ingressos serão gratuitos, mas haverá assentos VIP à venda.

O lugar escolhido para o megashow é o grande gramado no meio do Central Park, cenário de apresentações históricas de artistas como Elton John (1980), Simon & Garfunkel (1981) e Luciano Pavarotti (1993).

Ao longo dos últimos anos, a área recebeu várias edições do festival Global Citizen, com shows de Beyoncé, Metallica, Neil Young e Coldplay, entre outros.

Após ter sido um dos lugares mais afetados no mundo pela Covid-19, Nova Iorque está acelerando a reabertura e tentando reativar a economia local e o turismo, uma das grandes fontes de receita da cidade.

Apesar de já ter encerrado a maioria das restrições impostas ao lazer, a cidade ainda não realizou nenhum evento desse porte. De acordo com a prefeitura, o show terá setores para pessoas vacinadas, para as quais serão reservadas 70% dos ingressos, e para pessoas que ainda não se vacinaram.

*Com informações da Agência EFE

Leia também1 Financiados por Soros no Brasil vão de ONGs pró-aborto a FHC
2 Ex-guerrilheiro das Farc preso no CE é extraditado para os EUA
3 Índia cobra que Twitter cumpra lei de identificação de usuários
4 Keiko Fujimori, que pediu "fora Lula", lidera apuração no Peru
5 Colisão entre dois trens mata mais de 30 pessoas no Paquistão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.