Leia também:
X Twitter suspende conta de líder do Irã após ameaça a Trump

Neve no deserto! Cristais de gelo cobrem dunas do Saara

Raro fenômeno foi registrado pelo fotógrafo local, Karim Bouchetata

Thamirys Andrade - 22/01/2021 17h07 | atualizado em 22/01/2021 18h50

Neve-no-deserto-do-Saara
Temperatura chegou a -3°C Foto: Karim Bouchetata

As maravilhas da natureza seguem surpreendendo e fascinando pessoas ao redor do mundo. Na última terça-feira (19), o deserto mais quente do planeta foi palco de um fenômeno impressionante: cristais de gelo se formaram sobre as dunas de areia do Saara, resultando em uma bela e extensa pintura a céu aberto. O fotógrafo Karim Bouchetata foi o responsável por registrar o acontecimento que tem encantado a web.

O fenômeno ocorreu na pequena cidade Ain Sefra, conhecida como a “porta do deserto”. Sua fama de altas temperaturas foi contrariada quando uma onda polar baixou os termômetros para -3°C e criou camadas de neve em pleno Saara. Localizada na fronteira entre Argélia e Marrocos, a região conta com 47.000 habitantes e fica 1.000 metros acima do nível do mar, em uma região cercada por montanhas, na Província de Naâma.

Embora seja raro, os cientistas explicam que nevar no deserto não é um acontecimento tão incomum assim. É a quarta vez em 50 anos que as dunas do Saara amanhecem cobertas pela geada. De acordo com a Live Science, o episódio também foi registrado em 1979, 2016 e 2018.

View this post on Instagram

A post shared by Karim Bouchetata (@kaaarimo)

O Saara ocupa uma área de 9,2 milhões de quilômetros quadrados ao norte do continente africano, indo desde o mar Vermelho ao oceano Atlântico. Sua grande amplitude térmica faz com que a temperatura possa chegar aos 50°C durante a tarde e baixar aos 0°C durante a madrugada.

Ain Sefra não foi a única região pega de surpresa pelo gelo. A onda polar fez com que algumas regiões do Líbano, da Síria e do Irã amanhecessem com uma camada de neve de até um metro de altura. A Província de Asir, na Arábia Saudita, também recebeu a visita de uma nevasca. De acordo com o portal Al Arabiya, não nevava na região há pelo menos 50 anos.

Leia também1 Inscrição "Cristo, filho de Maria" é desenterrada em Israel
2 Inglaterra identifica mineral até então desconhecido no planeta
3 Vídeo: Vereador quase é atingido por um raio e registra ocorrido
4 Mosca gigante é encontrada por cientistas em São Paulo
5 Cientistas desenvolvem tela de celular que regenera a si própria

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.