Netflix perde assinantes após se declarar a favor do aborto

Protesto é liderado por cineasta americano conservador

Pleno.News - 07/06/2019 14h31

Conservadores cancelaram assinaturas nos principais serviços de streaming Foto: Reprodução

O cineasta americano Marcus Pittman decidiu se manifestar contra a postura de alguns serviços de streaming, como a Netflix, que se posicionaram a favor do aborto. Através do site Red Petition, Pittman convocou o público a cancelar suas assinaturas. O site calcula o quanto de dinheiro as empresas perdem anualmente de acordo com o número de assinaturas canceladas.

Mais de 300 pessoas apoiaram a petição no primeiro dia, o que equivale a uma perda de R$ 36.000 ao ano só para a Netflix. Em entrevista ao portal Faithwire, o cineasta explicou que sentia que “a voz conservadora não estava sendo ouvida”.

Petição é liderada pelo cineasta Marcus Pittman Foto: Reprodução

– Espero que essa petição encoraje os conservadores a verem que eles podem fazer algo para lutar contra essas empresas que atacam seus valores. Nós não estamos desamparados. Em um negócio, o consumidor é aquele que tem todo o poder.

Até a última atualização, o Red Petition apresentou que as perdas referentes ao cancelamento de assinaturas correspondem a mais de US$ 330 mil, somados os números referentes a Netflix, Hulu e o aguardado Disney+.

LEIA TAMBÉM+ Netflix adere a movimento a favor do aborto nos EUA
+ Missouri, nos EUA, sanciona lei que proíbe o aborto
+ EUA: Ana Paula critica lei que permite assassinato de bebê


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo