Leia também:
X Itália celebra captura de mafioso feita pela PF do Brasil na Paraíba

Netanyahu oferece ajuda à criança sobrevivente de desastre

Família morta em acidente na Itália era de Israel

Monique Mello - 25/05/2021 12h00 | atualizado em 25/05/2021 12h13

Netanyahu enviou condolências às vítimas do desastre do teleférico italiano Foto: Reprodução

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, enviou condolências às vítimas do desastre do teleférico, ocorrido no domingo (23), na Itália. Nesta segunda-feira (24), Netanyahu publicou em seu perfil do Instagram uma foto da família de israelenses cujos membros foram quase todos mortos no acidente, sobrevivendo apenas um menino de cinco anos.

– Todos nós enviamos condolências do fundo de nossos corações à família Biran, após o terrível desastre na Itália em que Amit e Tal Peleg-Biran, seu filho de dois anos, Tom Biran, e os avós de Tal, Barbara e Yitzhak Cohen, morreram. Que suas memórias sejam abençoadas. Oramos pela cura de Eitan, o outro filho de Amit e Tal que está hospitalizado. O Estado de Israel ajudará a família em tudo e em qualquer coisa após esta difícil tragédia. Que eles descansem em paz! – declarou o premier.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Benjamin Netanyahu נתניהו (@b.netanyahu)

No dia do acidente, o Ministério das Relações Exteriores de Israel disse, em um comunicado, que havia sido informado pelas autoridades italianas que cinco de seus cidadãos estavam entre os mortos e que um israelense, o menino Eitan Biran, estava em estado crítico.

Leia também1 Criança sobrevivente da queda de teleférico perdeu a família
2 Queda de teleférico na Itália deixa mais de dez mortos
3 Israel anuncia fim das restrições após sucesso na vacinação
4 Blinken: EUA continuarão dando a Israel 'meios para se defender'
5 Covid: Israel estuda se grávidas vacinadas imunizam os bebês

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.