Leia também:
X “As Malvinas não são inglesas”, diz presidente da Argentina

Nasa inicia teste final com megafoguete antes de voo lunar

Ensaio para a missão Artemis I ocorre no Centro Espacial Kennedy, na Flórida

Thamirys Andrade - 02/04/2022 18h49

foguete gigante Space Launch System (SLS)
Foguete Space Launch System (SLS) possui 98 metros de altura Foto: Divulgação / Nasa

A Nasa deu um importante passo nos preparativos para a Artemis, primeira missão à Lua desde 1972. A agência espacial norte-americana iniciou, nesta sexta-feira (1°), seu último teste de design com o foguete Space Launch System (SLS). Os dados reunidos serão usados para marcar uma data de lançamento.

Primeira parte da missão, a Artemis-1, consiste em um voo lunar não tripulado, que deve ocorrer em maio ou junho. Ela precede um outro voo que será tripulado e deve ocorrer até 2025, quando a agência levará a primeira mulher e a primeira pessoa de cor até a superfície lunar.

O ensaio com o foguete SLS, que possui 98 metros de altura, ocorre no Complexo do Lançamento 39B do Centro Espacial Kennedy na Flórida. O teste teve início com uma chamada para as estações às 18h (horário de Brasília) desta sexta-feira (1º) e seguirá até a noite de domingo (3), terminando com as contagens regressivas finais.

O teste consiste em simular todas as etapas do lançamento sem que o foguete saia da plataforma. O primeiro passo é ligar o SLS e a cápsula Orion, fixada na parte superior acesa.

Em seguida, carrega-se os tanques do foguete com 3,2 milhões de litros de combustível propelente superfrio. O ensaio continuará com uma contagem regressiva completa e a realização de outras checagens.

A contagem terminará dez segundos antes do lançamento, que não ocorrerá. O combustível será drenado dos tanques e o foguete retornará com a cápsula para o espaço de montagem. Lá, o resultado do teste será minuciosamente avaliado.

– Trata-se da última verificação do design antes do nosso lançamento – explicou Tom Whitmeyer, alto funcionário da Nasa, em entrevista coletiva.

Leia também1 Nasa revela descoberta que "entra para o livro dos recordes"
2 "As Malvinas não são inglesas", diz presidente da Argentina
3 Ucrânia diz que russos podem ter sido expostos à radiação
4 Porta-voz da Casa Branca planeja deixar governo Biden
5 Primeira-dama da Ucrânia escreve carta para o papa Francisco

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.