Leia também:
X Brasileira é uma das vítimas de ataque a basílica na França

N. Zelândia aprova eutanásia, mas rejeita legalizar maconha

Referendo mostrou que mais da metade da população é contra o uso recreativo do entorpecente

Pleno.News - 30/10/2020 07h28 | atualizado em 30/10/2020 07h34

Uso recreativo de maconha foi rejeitados pelo neozelandeses Foto: Pixabay

Os neozelandeses votaram a favor da aprovação da eutanásia voluntária e rejeitaram a legalização da maconha recreativa em referendos realizados no dia 17 de outubro, segundo os resultados preliminares divulgados nesta sexta-feira (30) pela Comissão Eleitoral.

De acordo com a apuração parcial, 65,2% dos votantes apoiaram a eutanásia voluntária, enquanto 53,1% rejeitaram a proposta de legalização e controle da maconha recreativa.

A Comissão Eleitoral revelará os resultados definitivos no dia 6 de novembro, quando terminar de contar os votos especiais, que procedem do exterior ou fora da circunscrição eleitoral.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 Mãe é presa após bebê testar positivo para 4 tipos de drogas
2 PRF prende homens que estavam com maconha em ambulância
3 Em vídeo, vereadora chama cantora Ludmilla de maconheira
4 Brasileira é uma das vítimas de ataque a basílica na França
5 Trump sobe o tom: "Temos que fazer algo sobre o Google"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.