Leia também:
X Biden diz que seguirá lutando para restaurar direito ao aborto

José Mujica afirma que esquerda brasileira errou: ‘Estagnada’

Ex-presidente do Uruguai deu declarações durante entrevista à Revista Veja

Pleno.News - 20/01/2023 16h59 | atualizado em 23/01/2023 17h15

José Mujica Foto: EFE/ Federico Anfitti

José Mujica, ex-presidente do Uruguai, é um ícone da esquerda latino-americana. No entanto, em entrevista à Revista Veja disse que a esquerda brasileira errou.

Para Mujica, a esquerda ficou “presa em um mundo que mudou”. A análise surgiu após ele ter sido questionado se a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018, foi resultante da rejeição à esquerda e ao Partido dos Trabalhadores (PT).

– A esquerda brasileira errou, permaneceu estagnada no tempo e presa na literatura de uma época em um mundo que mudou. Esquerda é empatia, é solidariedade e é preocupação com a desigualdade. É sonhar com um mundo um pouco mais justo e com uma humanidade mais nobre. É o que a esquerda tem de mais bonito – comentou.

Ele também foi questionado se o PT é mesmo um partido de esquerda.

– É um partido de esquerda mais ou menos, com contradições. Vale ressaltar que nem os partidos nem as instituições falham, quem falha são os humanos. Às vezes, nos desviamos porque somos individualistas. As pessoas se apaixonam pelos cargos. Tudo isso passa. A coisa não é simples – falou.

Já sobre o atos que ocorreram no Distrito Federal, no último dia 8, e que resultaram na invasão e depredação dos Três Poderes, Mujica falou em “gente fanatizada”. Ele também criticou Bolsonaro.

– Vi pelos veículos de comunicação. Havia gente com Bíblia na manifestação. Misturam religião com política. São fanáticos. Uma gente fanatizada, muito primitiva, que acredita em qualquer coisa. É bom ressaltar que não foi o Lula quem colocou a esquerda contra a direita nas eleições. Bolsonaro que instigou essa divisão. O bolsonarismo tem uma tendência autoritária terrível. Bolsonaro criou um confronto nacional assustador em um país que sempre foi o reino da alegria. O que tivemos naquele domingo não é o Brasil que conheço, mas um Brasil de fanáticos, que não prevalecerá. As instituições estão muito fortalecidas no Brasil – disse.

Leia também1 PF faz busca e apreensão contra Ibaneis Rocha e ex-secretário
2 Braga Netto nega ter participado da minuta na casa de Torres
3 Cezar de Souza é efetivado como chefe da PF no Distrito Federal
4 PF prende 5 envolvidos nos atos em Brasília em nova operação
5 Marina Silva se emociona após encontro com Greta: "Tocante"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.