CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Jogador de futebol trabalha como feirante na quarentena

Ministro é preso por fraude em compra de respiradores

Marcelo Navajas, da Bolívia, superfaturou o valor dos equipamentos

Rafael Ramos - 21/05/2020 13h48

Ministro da Saúde da Bolívia, Marcelo Navajas, foi preso Foto: Reprodução

O ministro da Saúde da Bolívia, Marcelo Navajas, foi preso e afastado do cargo, nesta quarta-feira (20), por envolvimento em um suposto esquema de superfaturamento na compra de 170 respiradores para o tratamento do novo coronavírus. O cargo foi ocupado interinamente pela vice-ministra da Saúde e Promoção, Eidy Roca.

Outros quatro servidores da pasta também foram detidos e afastados dos cargos. Dentre eles, o diretor de Assuntos Jurídicos do Ministério da Saúde, Fernando Valenzuela, e o diretor da Agência de Infraestrutura de Saúde e Equipamento Médico (Aisem), Giovanni Pacheco.

De acordo com as investigações, os respiradores adquiridos de uma empresa espanhola foram comprados por um valor três vezes maior que o normal. A Bolívia pagou o equivalente a R$ 26,5 milhões, mas, segundo o fabricante, os produtos custam R$ 8 milhões. Além do preço elevado, os respiradores não atendiam os requisitos solicitados.

O diretor da Força Especial de Luta contra o Crime (Felcc), Iván Rojas, disse que a investigação está sendo realizada seguindo uma linha de transparência no sentido. Rojas informou que pessoas que têm algum vínculo ou ligação com o fato serão convocadas para depor.

Leia também1 Jogador de futebol trabalha como feirante na quarentena
2 China: Wuhan proíbe venda e consumo de animais silvestres
3 Granizo com formato de Covid assusta moradores
4 Covid-19: Olimpíada de Tóquio corre o risco de ser cancelada
5 Brasil recebe 4,5 milhões de máscaras contra a Covid-19

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo