Leia também:
X Mulher mata filho afogado a fim de “protegê-lo de demônios”

México deporta travesti do Brasil que iria dar palestra em evento

Associação Brasileira de Travestis e Transexuais alega transfobia

Pleno.News - 03/05/2022 17h48 | atualizado em 03/05/2022 18h33

Bandeira do orgulho LGBT Foto: Pixabay

No último domingo (1º), a presidente da Associação Brasileira de Travestis e Transexuais (Antra), Keila Simpson, foi barrada em um aeroporto da Cidade do México. Ela iria participar do Fórum Social Mundial como palestrante, mas foi deportada para o Brasil. As informações são da Folha de S.Paulo.

A associação afirmou que Keila Simpson tinha os documentos necessários para entrar no país e foi barrada por transfobia.

No dia do ocorrido, uma ativista mexicana protocolou um pedido de medida cautelar na Secretaria de Direitos Humanos do México para impedir a deportação. No entanto, não houve tempo para uma resposta e Keila voltou ao Brasil menos de dez horas após sua chegada ao país.

No Brasil, Simpson disse que não sofreu violência por parte dos guardas mexicanos. Porém, ela afirmou ter sido tratada de forma diferente.

Leia também1 Eclipse lunar total formará Lua de Sangue na noite de 15 de maio
2 Mulher mata filho afogado a fim de “protegê-lo de demônios”
3 Morre Kailia Posey, menina do famoso GIF que virou meme
4 Bolsonaro afirma que DiCaprio devia "ficar de boca fechada"
5 Biden promete "resposta" caso Supremo revogue o aborto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.