CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X NY veta uso de religião como motivo para não se vacinar

Menino é morto por não querer se vestir de menina

Caso aconteceu no México e vizinhos revelaram que a criança já apanhou com um martelo

Rafael Ramos - 15/06/2019 15h32 | atualizado em 15/06/2019 16h28

Menino é morto no México por casal lésbico Foto: Reprodução

Um crime semelhante ao que ocorreu a Rhuan Maycon aconteceu na cidade de Guanajuato, no México. Um menino de 7 anos, identificado como Karol Ramón, foi morto pela mãe e por sua parceira porque ele não queria se vestir como menina.

O caso aconteceu em março, mas só agora tomou conhecimento público, como noticiou o portal mexicano Televisa News. O casal de lésbicas maltratava o menor constantemente e lhe deram golpes no estômago e na cabeça após sua recusa.

A mãe levou a criança a um hospital comunitário, mas ele já chegou morto ao local. Na autópsia, os médicos encontraram vários sinais de maus tratos, como hematomas, cicatrizes de queimaduras de cigarro e de golpes com objetos pesados.

Vizinhos revelaram à polícia que o menino apanhava de cinto e chicote. Em determinado momento, as mulheres já bateram com um martelo e até atiraram uma cadeira contra a criança, que passava dias sem comer.

Um juiz determinou uma prisão preventiva de quatro meses contra a mãe. A companheira ainda está foragida.

Leia também1 Caso Rhuan: Expondo os males da ideologia de gênero
2 Parlamentares dão o nome de Rhuan Maycon a projeto de lei
3 Mídia se cala sobre menino morto pela mãe e a parceira

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo