Leia também:
X Rússia deve decretar Lei Marcial nesta sexta-feira, diz Ucrânia

Melinda fala sobre divórcio com Bill Gates e cita Jeffrey Epstein

Declarações foram dadas sobre a separação, pela primeira vez

Pleno.News - 03/03/2022 16h00 | atualizado em 03/03/2022 16h32

Melinda Gates e Bill Gates Foto: EFE/LAURENT GILLIERON

Melinda Gates, ex-mulher de Bill Gates deu declarações a respeito de seu divórcio. Em entrevista ao programa CBS Mornings, nesta quinta-feira (3), ela falou sobre um caso extraconjugal entre Bill e uma funcionária, em 2000.

– Certamente acredito em perdão, então pensei que tínhamos trabalhado com isso. Não foi um momento ou uma coisa específica que aconteceu. Chegou um momento em que havia o suficiente para perceber que não era saudável e não podia confiar no que tínhamos – declarou Melinda.

A ex-esposa do fundador da Microsoft revelou ainda que, depois da separação, sentiu raiva durante vários dias.

– Isso faz parte do processo de luto. Você está sofrendo a perda de algo que pensou que tinha, e pensou que tinha por toda a sua vida – avaliou.

Segundo a revista Quem, Melinda apontou que a amizade entre Bill e Jeffrey Epstein, pedófilo condenado que morreu na prisão em 2019, foi um dos motivos do divórcio.

– Não gostei que ele [Bill Gates] tivesse reuniões com Jeffrey Epstein, não. Deixei isso claro para ele. Eu queria ver quem era esse homem [Jeffrey Epstein] e me arrependi desde o segundo em que entrei na porta. Ele era a personificação do mal, tive pesadelos com isso depois.

Ela e o ex-marido mantêm uma relação de trabalho. Melinda admitiu que ainda há ressentimento e, por isso, ela e Bill não podem ser considerados amigos.

A separação foi anunciada em maio de 2021. O casamento durou 27 anos.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.