Leia também:
X ‘Sem data para conversar com o Brasil’, diz porta-voz de Biden

Médica pró-hidroxicloroquina é presa por “invadir o Capitólio”

Simone Gold foi detida nesta semana por autoridades dos Estados Unidos

Pleno.News - 21/01/2021 17h11 | atualizado em 22/01/2021 10h23

Médica Simone Gold Foto: Reprodução

Mais uma pessoa que “invadiu o Capitólio”, no dia 6 de janeiro, foi presa pelas autoridades dos Estados Unidos (EUA). Desta vez, trata-se da médica Simone Gold, conhecida por defender o uso da hidroxicloroquina no tratamento contra a Covid-19.

A prisão ocorreu na segunda(18).

Além de Gold, que tem 55 anos, outras duas pessoas também foram detidas na mesma ação. Gina Bisignano, de 52 anos, e John Strand, de 37 anos.

As autoridades foram alertadas sobre a presença de Simone Gold na invasão, após a médica conceder uma entrevista ao jornal The Washington Post. Na ocasião, ela confirmou ter participado do ato. Enquanto segurava um megafone, ela disse que entrou no prédio por achar que estava aberto e afirmou que pretendia fazer um discurso.

Leia também1 Bilionário George Soros celebra chegada de Joe Biden ao poder
2 Joe Biden toma posse como 46° presidente dos Estados Unidos
3 Homem que invadiu Capitólio com chapéu com chifres é preso
4 FBI prende invasor de 'sala' da presidente da Câmara dos EUA
5 Invasão ao Capitólio: 4 pessoas morreram e 52 foram detidas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.