Leia também:
X Putin reage a Biden e proíbe exportação de matérias-primas

McDonald’s anuncia fechamento de 850 unidades na Rússia

Medida ocorre como forma de protesto contra o conflito na Ucrânia

Pleno.News - 08/03/2022 17h26 | atualizado em 08/03/2022 17h46

McDonald’s anuncia fechamento de 850 restaurantes na Rússia (Imagem ilustrativa) Foto: Pixabay

Nesta terça-feira (8), a rede de fast-food McDonald’s, criada nos Estados Unidos, anunciou o fechamento temporário de 850 unidades na Rússia. A medida ocorre como forma de protesto contra o conflito na Ucrânia.

Em nota, a companhia indicou que seguirá pagando os salários dos 62 mil funcionários contratados no país, assim como fornecedores e outros parceiros.

A rede McDonald’s relembrou que atua há mais de 30 anos no território russo. E conta com “milhões” de consumidores russos todos os dias.

O comunicado da companhia sobre o fechamento das franquias foi enviado para cada um dos estabelecimentos afetados e seus empregados.

A rede americana indicou que, desde o início da guerra na Ucrânia, a prioridade principal “são as pessoas”.

– Como empresa, nos unimos ao mundo para condenar a agressão e a violência, e rezar pela paz – destacou.

O texto ainda ressalta que os restaurantes da rede na Ucrânia ficaram impossibilitados de funcionar, em grande parte. Mas os salários dos funcionários seguem sendo pagos.

O McDonald’s e a Coca-Cola, outra marca tradicionalmente ligada à cultura dos Estados Unidos, vinham recebendo fortes pressões para interromper as atividades na Rússia.

Nos últimos dias, outras companhias, de diferentes setores, anunciaram a paralisação do funcionamento e de serviços na antiga república soviética, que invadiu a Ucrânia.

*EFE

Leia também1 Putin reage a Biden e proíbe exportação de matérias-primas
2 Santa Sé se dispõe a mediar conflito entre Rússia e Ucrânia
3 Chanceler se diz preocupado com critério de sanções à Rússia
4 Zelensky diz que está disposto a discutir exigências da Rússia
5 Biden proíbe compra de petróleo russo nos Estados Unidos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.