Leia também:
X Milícias palestinas de Gaza disparam projéteis contra Israel

Mãe adotiva diz que trans que engravidou detentas é psicopata

Declarações de Wanda Broach-Butts sobre Demi Minor foram publicadas nesta sexta-feira pelo jornal New York Post

Pleno.News - 05/08/2022 18h06 | atualizado em 05/08/2022 20h02

Demi Minor antes e depois da transição Foto: Reprodução

Em julho, ganhou repercussão o caso de uma prisioneira transgênero que engravidou duas detentas em uma penitenciária feminina em Nova Jérsei, nos Estados Unidos, e foi transferida para uma unidade prisional destinada a homens.

De acordo com o porta-voz do Departamento de Correções do estado, Dan Sperrazza, as relações sexuais entre as presas foram consensuais. Demi Minor, de 27 anos, deixou o presídio feminino Edna Mahan no último dia 24 de junho e foi levado para o Youth Correctional Facility.

Nesta sexta-feira (5), o jornal New York Post publicou uma matéria com declarações da ex-mãe adotiva de Demi, Wanda Broach-Butts, cujo marido, Theotis “Ted” Butts, foi morto por Minor. Theotis foi esfaqueado pelo filho adotivo, em 2011.

Wanda disse acreditar que Minor é um psicopata manipulador, que usa o transgenerismo como um ardil para conseguir tratamento especial na prisão.

– Acho que tudo isso sobre ele ser transgênero é uma manobra. Ele está manipulando as pessoas para conseguir uma situação melhor para si mesmo e chamar atenção. Ele aprendeu a linguagem a usar. Ele é perigoso e é um psicopata – declarou a ex-mãe adotiva.

Leia também1 França anuncia que vai nomear um embaixador LGBTQIA+
2 SP busca viabilizar reabertura do Museu da Diversidade Sexual
3 Barroso aprova casamento gay e critica criminalização do aborto
4 Jean Wyllys chama Rosângela de cínica, e Moro reage: "Covarde"
5 Por inclusão, Disney troca termo 'Fada madrinha' por 'aprendizes'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.