Leia também:
X Em nova ameaça, líder terrorista fala em ‘vitória’ sobre Israel

Maduro deve ser investigado por supostos desvios na pandemia

Oposição suspeita que ditador venezuelano desviou recursos

Pleno.News - 18/05/2021 09h22 | atualizado em 18/05/2021 09h45

Presidente da Venezuela Nicolás Maduro é suspeito de corrupção na gestão da pandemia Foto: EFE/EPA/Miraflores Press

A oposição da Venezuela, liderada pelo ex-deputado Juan Guaidó, planeja investigar o financiamento do combate à pandemia da Covid-19 feito pelo governo do presidente Nicolás Maduro desde a chegada do coronavírus ao país, em março de 2020, informou nesta segunda-feira (17) o setor anti-Chavista.

– Estamos fazendo um acompanhamento da corrupção em circunstâncias como a atenção [dada] à Covid-19, em cenários propícios à aprovação de recursos extraordinários, aproveitando a conjuntura, como a extensão do decreto de emergência, além dos decretos de Estado de exceção que já existiam desde 2016 – denunciaram os opositores.

Na opinião do grupo de Guaidó, essas exceções deram espaço à falta de transparência na gestão dos recursos, não passando pelos mecanismos de controle legislativo.

Juan Guaidó é líder da oposição a Nicolás Maduro Foto: EFE/Rayner Peña

A oposição destacou como uma das partes importantes da investigação a suposta compra de insumos ligados ao combate à Covid-19 e a países como Cuba, China, Rússia, Turquia e Irã. Foi registrado que, desde março de 2020, chegaram mais de 30 aviões desses países, dos quais, segundo a oposição, não se sabe quais são os valores envolvidos nos acordos.

O grupo opositor garante basear-se em declarações de Maduro e da Procuradoria Geral da República, entre outras entrevistas e investigações. Além disso, destacou que os dados sobre a chegada de mais de 500 médicos cubanos para atender à pandemia, assim como os pagamentos feitos pelo contingente, são desconhecidos.

Os opositores de Maduro denunciaram ainda a desinformação sobre os dados de vacinação contra a Covid, com as 930 mil doses que o governo relatou terem chegado ao país.

– A pandemia abriu espaço para a corrupção em pequena e grande escala no setor da saúde e em outros setores – disseram.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 Anvisa e Butantan se reúnem para discutir testes da Butanvac
2 João Doria anuncia chegada de insumos para Coronavac
3 Dengue perde força na América Latina após recorde em 2019
4 Covid faz navio de Hong Kong entrar em quarentena no Brasil
5 Cientistas da USP estudam se há pessoas 'superimunes' à Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.