Leia também:
X Com problemas econômicos, Argentina ‘revê’ quarentena

Líder de ato contra a polícia é preso por pornografia infantil

Chris DeVries organizou ato em apoio ao Black Lives Matter

Gabriela Doria - 17/07/2020 17h57 | atualizado em 17/07/2020 18h26

Chris DeVries tem 6 acusações por pornografia infantil Foto: Reprodução

Um dos líderes do protesto que pedia a abolição da polícia em New Hampshire, nos Estados Unidos, foi presos e indiciado por pornografia infantil.

Chris DeVries, de 37 anos, que vive em Jackson, foi um dos organizadores do ato do 21 de junho que levou skatistas para as ruas para demonstrar apoio ao movimento antirracista Black Lives Matter.

Na ocasião, DeVries propôs o corte do orçamento da polícia.

– Se cortarmos o orçamento da polícia e dos sistemas penitenciários, todos nos beneficiaremos. Esses fundos podem ir para comunidades locais e serviços sociais – lembrou o jornal local Conway Daily Sun.

De acordo com os relatórios policiais, pesam sobre DeVries seis acusações de pornografia infantil, uma de posse de cogumelos alucinógenos e outra por falsificação de evidências físicas.

O chefe da Polícia de Jackson, Chris Perley, afirmou ao jornal The Washington Examiner que não pode comentar sobre o caso, mas fez um alerta.

– Posso dizer que, de um modo geral, as pessoas devem ser muito cautelosas ao ouvir vozes que sugerem o corte no orçamento da polícia, porque seus motivos nem sempre estão de acordo com os interesses da sociedade – apontou.

Leia também1 Estátua ilegal do Black Lives é removida por cidade inglesa
2 Jornalista perde emprego por dar voz a conservadores
3 CNN quer remoção de termos e palavras "racistas' do idioma
4 Grupo antirracismo agride cristãos na porta da igreja
5 Ativista de esquerda defende demolição de estátuas de Jesus

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.