Leia também:
X EUA: Jogadora deixou seleção após time apoiar ‘orgulho gay’

Justiça apoia confeiteiro que negou bolo a casamento gay

O confeiteiro Jack Phillips ganhou a ação na Suprema Corte americana

Camille Dornelles - 04/06/2018 13h05 | atualizado em 06/06/2018 09h00

Jack Phillips, da Masterpiece Cakeshop Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (4), a Suprema Corte dos Estados Unidos emitiu a decisão do caso judicial do confeiteiro Jack Phillips. Ele havia se negado a fazer um bolo de casamento para um casal homossexual em 2012 por convicções religiosas.

Dave Mullins e Charlie Craig processaram o chef confeiteiro e o caso foi encaminhado da Corte do Colorado para a Suprema Corte, instância máxima da Justiça norte-americana. Por 7 votos a 2, os magistrados afirmaram que Phillips tem o direito de se negar a fazer o bolo.

– As leis americanas podem e, em alguns casos, devem proteger os direitos civis de pessoas homossexuais. Porém, objeções religiosas e filosóficas são visões protegidas – declarou a Corte, na decisão publicada.

Jack Phillips é chef da confeitaria Masterpiece Cakeshop, no estado do Colorado.

Leia também1 EUA: Jogadora deixou seleção após time apoiar 'orgulho gay'
2 Igreja Anglicana do Brasil aprova casamento gay
3 O que Rodrigo Maia acha sobre religião, aborto e gays

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.