Jovem que atacou mesquita na Noruega tem prisão decretada

Ele matou sua meia-irmã no ataque ocorrido neste sábado

Pleno.News - 12/08/2019 15h22

Ataque a mesquita na Noruega acabou com uma morte Foto: EFE/EPA/Orn E. Borgen

Um tribunal de Oslo, Noruega, decretou nesta segunda-feira (12) a prisão preventiva de quatro semanas para o norueguês acusado pelo homicídio da meia-irmã e por tentar cometer um atentado terrorista contra uma mesquita em Baerum, nos arredores da capital.

No sábado, o jovem identificado como Philip Manshaus, de 21 anos, supostamente matou a meia-irmã no apartamento que compartilhavam em Baerum e depois se deslocou à mesquita Al Noor, no mesmo município.

Ao chegar ao centro religioso, quebrou o vidro de uma porta lateral e começou a disparar, sem deixar feridos. O atirador foi rendido pelas pessoas que estavam no interior da mesquita e retido até a chegada da polícia.

Manshaus, que permanecerá em regime de isolamento nas duas primeiras semanas, já rejeitou as acusações de homicídio e se negou a prestar depoimento à polícia, apenas pediu para ficar em liberdade.

Com o rosto cheio marcas desde o incidente na mesquita, o jovem sorriu ao ser fotografado pela imprensa enquanto chegava ao tribunal.

Inicialmente, a polícia norueguesa o acusou por homicídio e tentativa de homicídio, mas no domingo anunciou que investigava o tiroteio como um episódio de terrorismo e decidiu incluir essa acusação.

*Com informações da Agência EFE

LEIA TAMBÉM+ Atirador dispara contra fiéis em mesquita na Noruega
+ Organização cria dia para lembrar perseguição religiosa
+ Autor de tiroteio na Califórnia se inspirou na Nova Zelândia


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo