Leia também:
X Netanyahu oferece ajuda à criança sobrevivente de desastre

Índia evacua 1 milhão de pessoas antes da chegada de ciclone

Tempestade Yaas chegará à costa leste do país na quarta-feira

Pleno.News - 25/05/2021 12h06 | atualizado em 25/05/2021 12h24

Índia evacua 1 milhão de pessoas antes da chegada de ciclone

A Índia evacuou quase um milhão de pessoas antes da chegada do ciclone Yaas, que, de acordo com as últimas previsões do Departamento de Meteorologia indiano (IMD), chegará à costa leste do país na quarta-feira (26), enquanto Bangladesh segue em estado de alerta.

– O processo de evacuação está em curso, e, até agora, evacuamos cerca de 200.000 pessoas residentes em áreas de risco – disse à Agência Efe Kamal Lochan Mishra, diretor-executivo da Autoridade de Gestão de Catástrofes do estado de Odisha.

Esse estado oriental tem cerca de 900 refúgios no local e identificou mais de 6.700 adicionais para deslocar pessoas que vivem em áreas que poderiam ser inundadas pelo ciclone ou que vivem em casas vulneráveis.

No estado vizinho de Bengala, a Força Nacional de Resposta a Catástrofes destacou que até agora cerca de 800.000 pessoas foram evacuadas, e o chefe de governo da região, Mamata Banerjee, informou ontem que as autoridades esperam deslocar um milhão no total.

Bangladesh, por sua parte, ainda não planejou evacuações.

– No momento, não há planos para iniciar uma evacuação porque a probabilidade de o ciclone atingir diretamente Bangladesh é baixa. Mas colocamos todos os distritos costeiros em alerta para lidar com qualquer tipo de situação de emergência – explicou à Efe a diretora de operações do Programa de Preparação de Ciclones de Bangladesh, Nur Islam Khan.

Yaas atingirá a costa na quarta-feira à tarde, perto da cidade costeira de Dhamra, no norte de Odisha, antes de continuar seu progresso para o norte, afetando também Bengala, de acordo com a última previsão do IMD.

O ciclone atingirá rajadas de vento de até 145 quilômetros por hora ao tocar a costa, e as autoridades preveem fortes chuvas e inundações nas áreas costeiras.

Yaas chega pouco mais de uma semana depois do ciclone Tauktae ter causado pelo menos 145 mortes na Índia ocidental, que continua a registrar um elevado número de mortes causadas pelo coronavírus, embora na terça-feira tenha contabilizado menos de 200.000 infecções pela primeira vez desde meados de abril.

A baía de Bengala em geral é atingida por ciclones que ocorrem entre abril e maio e outubro e novembro. Em maio de 2020, o superciclone Amphan deixou mais de uma centena de mortos entre os dois países, em um dos piores incidentes deste tipo em anos.

*EFE

Leia também1 Itália celebra captura de mafioso feita pela PF do Brasil na Paraíba
2 Em poucas horas, Bezos volta a ser a pessoa mais rica do mundo
3 Nova Jersey suspende obrigação de máscaras em locais fechados
4 Colômbia: 129 pessoas seguem desaparecidas após protestos
5 Conselho argentino desaprova restrição à exportação de carne

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.