Leia também:
X Pai processa escola por racismo após filha ter cachos cortados

Imigrante brasileira morre de sede e fome em deserto dos EUA

Lenilda tentava atravessar a fronteira ilegalmente, mas foi abandonada pelo grupo que a acompanhava

Thamirys Andrade - 17/09/2021 17h24 | atualizado em 17/09/2021 21h30

Brasileira morre de sede e fome abandonada em deserto dos EUA
Brasileira era técnica em enfermagem e vivia em Rondônia Foto: Reprodução / GoFundMe

A técnica de enfermagem Lenilda dos Santos, de Rondônia, tinha o sonho de morar nos Estados Unidos e, para isso, tentou cruzar a fronteira do país ilegalmente. Sua tentativa, porém, não foi bem-sucedida, e ela acabou morrendo de sede e fome no deserto do Novo México, onde os termômetros chegam aos 40°C nesta época do ano.

Em entrevista ao jornal O Globo, a família explicou que Lenilda, de 49 anos, estava acompanhada por um grupo, mas ficou para trás, pois estava cansada. As pessoas que estavam junto dela teriam dito que retornariam para ajudá-la, mas não cumpriram a promessa.

– Ela começou a ficar desidratada, a passar muito mal e não conseguiria continuar. O que aconteceu foi que os supostos amigos dela, junto com o “coiote”, simplesmente a abandonaram lá. Ela ficou sozinha no meio do deserto, e eles continuaram a caminhada – explicou Kleber Vilanova, empresário que atua na área de imigração.

A técnica de enfermagem chegou a conseguir contatar familiares e a compartilhar sua localização por meio de um aparelho celular com um chip do Brasil e poucos créditos.

– Nesse telefone, ela conseguiu força suficiente para poder mandar a localização para um parente no Brasil. Ela enviou áudios, que são terríveis, falando que estava morrendo de sede, que não estava aguentando. A família começou a agir imediatamente – detalhou Vilanova.

De acordo com o empresário, encontrar a brasileira não foi uma tarefa fácil, pois ela se encontrava em uma região ampla de deserto, a 400 metros de distância da casa mais próxima. Lenilda ainda vestia uma roupa camuflada para evitar ser encontrada pela polícia.

As autoridades do Novo México realizaram buscas aéreas e pelo solo e localizaram o corpo de Lenilda esta semana, já sem vida.

Leia também1 Talibãs extinguem Ministério para Assuntos da Mulher
2 Vulcão que pode causar tsunami no Brasil segue em alerta amarelo
3 Argentinos vão às ruas após derrota eleitoral do governo
4 Vídeo! Adolescente é atacado por tubarão em praia da Flórida
5 Após descobrir câncer, grávida prefere amputar perna a abortar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.