Leia também:
X Covid na Argentina: Fernandez decreta lockdown de 9 dias

Palestinos atacam polícia de Israel mesmo com cessar-fogo

Conflito ocorreu no mesmo lugar onde teve início a escalada de violência

Pleno.News - 21/05/2021 15h16 | atualizado em 21/05/2021 17h26

Polícia israelense acusa palestinos de jogar pedras e coquetéis molotov Foto: EFE / EPA / ABIR SULTAN

Horas depois do início oficial da trégua entre Israel e as milícias da Faixa de Gaza, a polícia israelense entrou em confronto nesta sexta-feira (21) com fiéis palestinos na Esplanada das Mesquitas, na Cidade Velha de Jerusalém, que há duas semanas foi cenário dos incidentes que desencadearam a última escalada de violência.

Segundo a agência de notícias palestina Wafa, 15 palestinos ficaram feridos nos confrontos que começaram após a intervenção das forças de segurança israelenses, enquanto os fiéis celebravam a trégua entre Israel e as milícias em Gaza.

Alguns dos feridos, levados para hospitais próximos, foram atingidos por balas de borracha, enquanto outros foram vítimas de asfixia devido à utilização de gás lacrimogêneo pela polícia.

A polícia israelense, por outro lado, descreveu estas celebrações como “motins”, que incluíam o lançamento de pedras e coquetéis molotov contra as forças de segurança, que “reagiram para dispersar os desordeiros”.

Além disso, um porta-voz da polícia disse que os agentes aumentaram as medidas de segurança ao redor da Esplanada e frisou que, em momento algum, entraram dentro da Mesquita de Al Aqsa, o terceiro local mais sagrado do Islã.

Embora os incidentes de hoje não tenham sido de grande magnitude, especialmente em comparação aos que ocorreram ali há duas semanas, quando centenas ficaram feridos, a sensibilidade do local e seu valor simbólico para os palestinos fazem com que qualquer episódio de violência tenha o potencial de escalar rapidamente.

*EFE

Leia também1 Biden comemora cessar-fogo e promete ajuda a Israel e Gaza
2 Israel e Hamas aprovam cessar-fogo na Faixa de Gaza
3 Netanyahu diz que ação contra Hamas foi 'feito extraordinário'
4 Repórter que confrontou Renan sobre CPI expõe 'mídia do ódio'
5 Com dívidas, Editora Abril tem sede leiloada por R$ 118 milhões

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.