Leia também:
X Rainha Elizabeth se isola após funcionário ser infectado

Homem usa atestado falso de Covid-19 para não trabalhar

Jeffrey Travis Long perdeu o emprego e foi preso por fraude

Mayara Macedo - 23/03/2020 13h41 | atualizado em 23/03/2020 13h47

Jeffrey Travis Long
Jeffrey Travis Long fraudou atestado médico Foto: Divulgação

Jeffrey Travis Long, de 31 anos, foi preso após levar para o trabalho um documento fraudado em que constava que ele tinha contraído Covid-19.

Com o atestado, Jeffrey teria que ficar de licença por 14 dias. A empresa em que ele trabalhava chegou a ficar fechada por cinco dias para passar por uma severa higienização.

Porém, a mentira de Jeffrey foi descoberta e ele acabou saindo no prejuízo. Ele foi demitido, preso por fraude, teve que pagar fiança no valor de 10 mil dólares (R$ 51 mil) e uma multa de 200 dólares.

Leia também1 Canadá e Austrália anunciam que não vão à Olimpíada
2 Lionel Richie quer novo "We Are The World" por Covid-19
3 Rainha Elizabeth se isola após funcionário ser infectado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.