Leia também:
X Papa diz que russa Darya Dugina foi ‘vítima inocente’ e é criticado

Homem testa positivo para Covid, HIV e varíola dos macacos

Este é o primeiro caso do tipo no mundo

Monique Mello - 25/08/2022 13h24 | atualizado em 25/08/2022 14h18

Vacinação contra a varíola dos macacos na Califórnia, EUA. Foto: EFE/EPA/ETIENNE LAURENT

Um homem italiano de 36 anos vive uma situação até então inédita no mundo: ele testou positivo para varíola dos macacos, HIV e Covid-19 simultaneamente. O diagnóstico da contaminação tripla ocorreu após o cidadão retornar de uma viagem à Espanha.

De acordo com a revista científica Journal of Infection, que publicou o relato, a viagem foi entre 16 e 20 de junho. Nove dias após seu retorno à Itália, o homem desenvolveu sintomas como febre, dores de garganta, fadiga, dores de cabeça e inchaço dos linfonodos. Em 2 de julho veio o resultado positivo para o coronavírus, mesmo dia em que o italiano começou a ter coceiras no braço, que evoluíram para bolhas no peito, nas pernas, no rosto e nos glúteos.

O paciente recorreu à emergência do Hospital Universitário San Marco, onde foi realizado um teste para o vírus monkeypox, que deu positivo. Aos médicos, o homem contou que manteve relações sexuais sem proteção com outros homens durante a viagem. Diante da informação, o italiano foi submetido a uma série de testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Foi quando o homem descobriu que estava também com o vírus HIV.

– Este caso destaca como os sintomas da varíola dos macacos e da Covid-19 podem se sobrepor e corrobora como em caso de coinfecção a coleta anamnésica [histórico clínico de sintomas do paciente] e os hábitos sexuais são cruciais para realizar o diagnóstico correto. (…) Nosso caso enfatiza que a relação sexual pode ser a forma predominante de transmissão. Portanto, a triagem completa de ISTs é recomendada após o diagnóstico de varíola dos macacos. De fato, nosso paciente testou positivo para HIV-1 e, dada sua contagem de CD4 preservada, poderíamos supor que a infecção era relativamente recente – escreveram os autores do artigo.

O homem já foi curado da Covid -19 e deu início ao tratamento para o HIV. Em seu último teste para a varíola dos macacos, o resultado continuou dando positivo.

Leia também1 Governo lança campanha de prevenção à varíola dos macacos
2 Rio de Janeiro abre posto para testagem da varíola dos macacos
3 Premiê da Finlândia se desculpa por "farra" na residência oficial
4 Ator mirim retoma consciência no hospital, após atropelamento
5 Marilene Galvão, da dupla As Galvão, morre aos 80 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.