Homem que matou os 5 filhos é condenado à morte nos EUA

Crianças tinham entre 1 e 8 anos

Pleno.News - 13/06/2019 18h11

Timothy Jones Jr. não aceitava o fim do casamento Foto: Reprodução

A Justiça dos Estados Unidos condenou à morte o homem que matou seus cinco filhos, em agosto de 2014. O crime aconteceu na Carolina do Sul.

Antes do julgamento, a mãe das crianças e ex-mulher de Timothy Jones Jr., de 37 anos, havia pedido que ele não recebesse este tipo de sentença. Ela afirmou que “os meninos o amavam”. Apesar disso, a decisão do júri a favor da execução foi unânime. Nestes casos, a pena capital é aplicada. Se um dos jurados descordasse da sentença de morte, Jones Jr. receberia a prisão perpétua sem direito a condicional.

Jones Jr. confessou que matou os cinco filhos, com idades entre 1 e 8 anos. Ele admitiu que obrigou o filho Nathan, de 6 anos, a fazer exercícios físicos até o limite da exaustão. O menino desmaiou e morreu. Depois de algumas horas, ele decidiu matar os outros quatro filhos.

O norte-americano contou que estrangulou Merah, de 8 anos, com as próprias mãos. Elias, de 7, também foi morto desta forma. Gabriel, de 2 anos, e Abigail, de apenas 1 ano, foram estrangulados com a ajuda de um cinto.

Depois de assassinar as crianças, Jones Jr. dirigiu por nove dias com os corpos dos filhos em sacos de lixo. Ele jogou os sacos em um terreno baldio no estado do Alabama.

De acordo com os advogados, o assassino era portador de uma esquizofrenia que não havia sido diagnosticada. Com o fim do casamento, ele teve um surto e atacou as crianças.


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo