Leia também:
X Médica denuncia pânico no Equador por causa da Covid-19

Homem mata namorada por achar que ela o contagiou

O casal trabalhava em um hospital que tratava a Covid-19

Mayara Macedo - 02/04/2020 13h10 | atualizado em 02/04/2020 13h38

Antonio De Pace e Lorena Quaranta
Antonio De Pace e Lorena Quaranta Foto: Reprodução

Na Itália, o enfermeiro Antonio De Pace, de 28 anos, assassinou a própria namorada, a médica italiana Lorena Quaranta, de 27 anos. De Pace acreditava que Lorena havia o contagiado com o novo coronavírus e, por isso, cometeu o crime.

O homem estrangulou a namorada até a morte e, em seguida, tentou se suicidar, cortando os pulsos. Sem sucesso, ele ligou para a polícia e confessou o crime.

Tanto Lorena quanto Antonio passaram por exames e ambos testaram negativo para a Covid-19. Eles trabalharam juntos em um hospital que tratava a doença.

Leia também1 Médica denuncia pânico no Equador por causa da Covid-19
2 Brasil fará testes em massa em abril para detectar Covid
3 EUA dizem que China ocultou casos e mortes por Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.