Leia também:
X Conta do papa curte foto sensual de modelo pela segunda vez

Homem é preso por matar irmãs brasileiras no Japão

Ele era casado com uma das vítimas

Pleno.News - 28/12/2020 15h58 | atualizado em 28/12/2020 16h22

Edgard Anthony La Rosa foi preso, acusado de matar irmãs brasileiras no Japão Foto: Reprodução

O peruano Edgard Anthony La Rosa Vite, de 34 anos, foi preso nesta segunda-feira (28) sob a acusação de ter assassinado a ex-mulher, Kimberly Akemy Amarilha Maruyama, e a irmã dela, em 30 de dezembro de 2015, segundo informou a polícia de Aichi, na região central do Japão. As duas vítimas eram brasileiras.

O homem, que já havia sido detido no início do mês, é o principal suspeito de ter estrangulado as mulheres e depois de ter incendiado o apartamento em que elas viviam, com ambas no interior. O crime aconteceu na cidade de Handa.

Em 2015, Kimberly tinha 27 anos, enquanto a irmã, Michelle, tinha 29.

No último dia 8, a imprensa japonesa veiculou a informação de que o ex-marido havia sido detido na ocasião, por ser apontado como o responsável por colocar fogo no imóvel, mas não pelos assassinatos, que, conforme foi verificado, aconteceram antes de o fogo se propagar.

Pouco depois do crime, Edgard chegou a ser preso, ao ser abordado por estar dirigindo, sem habilitação, o carro da irmã de Kimberly. No veículo, além do peruano, estavam as duas filhas da ex-mulher dele.

Nas últimas semanas, o peruano estava sob custódia em um centro de imigrantes localizado na cidade de Nagoya, aguardando deportação, depois de ter cumprido penas por crimes menores cometidos no Japão.

*Com informações da agência EFE

Leia também1 PRF prende o mesmo criminoso duas vezes em apenas 18 horas
2 Jessie J acorda sem audição e é diagnosticada com doença
3 Marido de Ana Hickmann volta a ser internado em São Paulo
4 Morre mãe de Marcelo Crivella aos 85 anos no Rio de Janeiro
5 Jornalista chinesa é condenada por cobrir a pandemia na China

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.