Leia também:
X Exclusivo! Pastor brasileiro fala sobre situação na Bolívia

Grupo promove evangelização e causa polêmica nos EUA

O Anchored North lançou mão de termos característicos da comunidade LGBTs

Jade Nunes - 24/01/2018 13h24 | atualizado em 24/01/2018 17h16

No vídeo, menina decide se converter após visitar uma igreja Foto: Divulgação

O Anchored North, grupo evangélico dos Estados Unidos que usa a mídia como plataforma para conversões, produziu um vídeo com o objetivo de evangelizar LGBTs. Para isso, eles lançaram mão de termos característicos da comunidade, como #LoveWins e #ItGetsBetter.

No vídeo Love is Love (Amor é Amor, em tradução literal), uma garota revela ser lésbica e fala sobre a vida de festas que leva. Mas ao visitar uma igreja ela começa a questionar se aquele estilo de viver é correto. Após procurar por versículos da Bíblia na internet, ela decide se converter. A menina termina dizendo que “não é questão de ser hétero ou gay, mas sim de perdida ou salva”.

O curta tem sido criticado entre LGBTs e simpatizantes. Mas Greg Sukert, um dos fundadores do Anchored North, ressalta que a ideia não é promover a terapia de conversão (prática que procura alterar a orientação sexual de uma pessoa).

– A mensagem de que alguém pode mudar a atração e o desejo que sente não é a mesma que a da terapia de conversão. O princípio dela é usar a psicoterapia para alterar o comportamento de alguém, que não é a nossa mensagem. O que estamos dizendo é que Deus pode mudar seu coração – declarou ao The Guardian.

Love Is Love

"It's not gay to straight. It's lost to saved."

Publicado por Anchored North em Quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Leia também1 Exclusivo! Pastor brasileiro fala sobre situação na Bolívia
2 Vice-presidente dos EUA visita o Muro das Lamentações

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.