Leia também:
X Maradona: Família acredita em erro na prescrição de remédios

Funerária demite funcionário por foto com corpo de Maradona

Homem foi responsável por preparar corpo do ex-jogador para velório

Gabriela Doria - 26/11/2020 15h18 | atualizado em 26/11/2020 17h57

Funcionário de funerária tirou foto com corpo de Maradona e foi demitido Foto: Reprodução

Um funcionário da funerária que preparou o corpo do ex-jogador Diego Maradona foi demitido após viralizar nas redes sociais uma foto que o homem fez ao lado do corpo do argentino. Na imagem, Diego Molina aparece tocando o rosto do jogador e fazendo sinal de positivo com a mão.

Em entrevista à emissora Todo Noticias, do Grupo Clarín, o dono da funerária pediu desculpas à família de Maradona e disse que Molina foi “despedido imediatamente”.

Já o advogado e amigo pessoal de Maradona, Matias Morla, de disse “perplexo” com a situação e chamou Molina de “canalha”. Morla disse ainda que não irá descansar “enquanto ele não responder por essa aberração”.

– Por conta da viralização da imagem de Diego em seu leito de morte, eu vou pessoalmente encontrar quem foi o canalha que tirou essa foto. Todos os responsáveis por essa covardia vão ter que pagar – prometeu.

Diego Maradona morreu nesta quarta-feira (25) após uma parada cardiorrespiratória. O astro do futebol estava em um resort na cidade de Tigre, na Argentina, quando morreu.

A família do jogador, no entanto, desconfia que ele possa ter recebido uma prescrição de medicamentos errada. Recentemente, Maradona foi submetido a uma cirurgia na cabeça e recebeu alta após alguns dias.

TUMULTO MARCA VELÓRIO DE MARADONA

O início do velório do jogador Diego Maradona, que morreu no início da tarde de quarta-feira (25) em sua casa na cidade de Tigre, na Argentina, foi marcado por um tumulto na frente da Casa Rosada, sede do governo federal do país, que fica na capital Buenos Aires.

Segundo a imprensa argentina, houve empurra-empurra no momento da abertura das portas do local, com confusão entre os fãs do ex-jogador e alguns policiais, que chegaram a se esconder na casa do governo. Mesmo em meio à pandemia, várias aglomerações foram registradas, mas a situação se normalizou minutos depois.

No entanto, um nova confusão fez o velório ser encerrado, às 17h de Brasília, e o corpo do jogador partiu em cortejo. Maradona será enterrado no cemitério Jardín de Bella Vista, a cerca de 35 km de Buenos Aires, mesmo local que os pais foram sepultados.

Leia também1 Maradona: Família acredita em erro na prescrição de remédios
2 Advogado de Maradona reclama de demora da ambulância
3 Tumulto marca início do velório de Maradona na Argentina
4 Insuficiência cardíaca matou Maradona, indica autópsia
5 Relembre a relação de amor e ódio entre Maradona e Pelé

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.