Leia também:
X Presidente turco ataca Biden por apoio a Israel: ‘Sangue nas mãos’

França decide proibir linguagem de gênero neutro em escolas

"Contraproducente e arbitrário", aponta Ministério da Educação

Monique Mello - 17/05/2021 18h16 | atualizado em 17/05/2021 18h18

Linguagem neutra está proibida nas escolas da França Foto: Unsplash

O gênero neutro em escolas passou a ser terminantemente proibido na França. De acordo com comunicado do Ministério da Educação, a escrita inclusiva não é apenas contraproducente ao movimento que visa a combater eventuais ‘discriminações sexistas’, mas também prejudicial à prática e à inteligibilidade da língua francesa.

– Ao defenderem a reforma imediata e abrangente da grafia, os promotores da escrita inclusiva violam os ritmos do desenvolvimento da linguagem de acordo com uma injunção brutal, arbitrária e descoordenada, que ignora a ecologia do verbo – apontam Hélène d’Encausse, secretária da Academia Francesa, e Marc Lambron, diretor da Academia Francesa.

Nas regras da Língua Francesa, os substantivos refletem o gênero do objeto a que se referem e a desinência masculina é geralmente dominante.

– A chamada escrita ‘inclusiva’ deve ser evitada, que usa o ponto médio para revelar simultaneamente as formas feminina e masculina de uma palavra usada no masculino quando é usada em um sentido – diz parte do documento.

De acordo com o documento, a igualdade entre homens e mulheres deve ser construída, promovida e garantida pelo país, mas sem sujeição à linguagem neutra.

– Essas armadilhas artificiais são inoportunas e atrapalham os esforços dos alunos com deficiência mental admitidos no âmbito do serviço público – conclui o comunicado.

 

Leia também1 "Bem-vindxs": Escola do RS usa linguagem neutra e é criticada
2 Elon Musk revela ter Síndrome de Asperger. Saiba o que é!
3 Juíza de SC permite adoção de gênero neutro em certidão
4 Alerj vota projeto que proíbe "linguagem neutra" nas escolas
5 Homem com Bíblias invade casa de Neymar em Paris para 'convertê-lo'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.