Leia também:
X Homem diz ter sido amaldiçoado após comprar quadro misterioso

Ucrânia: Feministas pedem fim do alistamento para mulheres

Decreto do governo impõe recrutamento obrigatório para homens e mulheres

Pleno.News - 03/03/2022 18h29 | atualizado em 04/03/2022 10h33

Grupo Femen exige fim do alistamento obrigatório para mulheres Foto: EFE/Rodrigo Jimenez

O grupo radical feminista Femen, nascido na Ucrânia, lançou uma nota pública em que exige que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, revogue um decreto que tornou obrigatório o alistamento de mulheres no serviço militar.

A nota, lançada há pouco mais de um mês, já previa a possibilidade de uma ofensiva russa contra a Ucrânia – que enfrenta soldados russos há oito dias.

Entre os argumentos usados no comunicado, cujo título é Hands off Women (Tirem as Mãos das Mulheres, em tradução livre), está o de que as mulheres “não possuem os mesmos direitos que os homens”, o que significa que não devem ter também “os mesmos deveres”.

Ainda segundo a nota, “o governo não tem moral para obrigar mulheres a participarem da guerra”.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA
O FEMEN exige que o presidente Zelensky revogue imediatamente o decreto que obriga o recrutamento para mulheres e sua mobilização forçada em caso de quaisquer guerras.

Mulheres e meninas podem participar de conflitos militares apenas voluntariamente. O governo não tem direito moral de forçar mulheres a participarem de guerras. Mulheres ainda não têm direitos iguais aos homens e, por isso, também não devem ter obrigações iguais.

Nenhuma de nós começou guerras.

Nenhuma de nós saqueou o Exército!

Nenhuma de nós deve morrer.

Tirem as mãos das mulheres!

 

Leia também1 Henkel diz que imprensa insiste que "Bolsonaro é pró-Rússia"
2 Guerra envolve Rússia, Estados Unidos e Ucrânia, afirma Lula
3 Ucrânia: Rússia usa crematórios para 'esconder' seus mortos
4 Putin discursa: "Estamos em guerra contra neonazistas"
5 Rússia deve decretar Lei Marcial nesta sexta-feira, diz Ucrânia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.