Leia também:
X Deslizamento de terra fere 10 e deixa desaparecidos na Noruega

Feliciano lamenta aborto na Argentina e faz alerta pelo Brasil

Deputado afirmou que "se não vigiarmos, amanhã será o Brasil" a legalizar o procedimento

Henrique Gimenes - 30/12/2020 14h25 | atualizado em 30/12/2020 17h32

Deputado Marco Feliciano lamentou a legalização do aborto na Argentina Foto: Pixabay

O deputado federal Marco Feliciano utilizou suas redes sociais, nesta quarta-feira (30), para lamentar a legalização do aborto na Argentina. Em sua conta do Twitter, ele disse estar de luto “pelas milhares de crianças argentinas que serão assassinadas em 2021” e fez um alerta para que o mesmo não aconteça no Brasil.

O projeto de lei que autoriza o aborto em toda a Argentina foi aprovado pelo Senado do país na madrugada desta quarta, após mais de 12 horas de debate. O placar final ficou em 38 votos pela legalização e 29 contra. Um dos senadores se absteve de votar.

Pela proposta, mulheres poderão interromper voluntariamente a gravidez até a 14ª semana de gestação. Após este prazo, o procedimento será permitido apenas em casos de risco de vida para a gestante ou quando a concepção for fruto de um estupro.

Ao lamentar a medida, Feliciano lembrou que a sessão do Senado foi presidida pela ex-presidente (e atual vice-presidente) Cristina Kirchner.

– Dia de luto pelas milhares de crianças argentinas que serão assassinadas em 2021 por quem tinha o dever de protegê-las. Hoje a Argentina legalizou o aborto. [A] Sessão [foi] presidida pela “esquerdopata” Cristina Kirchner. Se não vigiarmos, amanhã será o Brasil. Presidente Jair Bolsonaro até 2026! – escreveu.

O projeto de lei havia sido aprovado pela Câmara no dia 11 de dezembro. Na ocasião, a proposta recebeu 131 votos favoráveis e 117 contrários dos deputados. Seis parlamentares se abstiveram de votar.

Leia também1 Senado da Argentina aprova lei que legaliza aborto no país
2 Esposa de Samuel Messias revela que sofreu aborto espontâneo
3 Vaticano permite uso de vacinas com tecido de fetos abortados
4 Retrospectiva 2020. Veja os famosos que subiram ao altar
5 Mulher de 102 anos vence o coronavírus pela segunda vez

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.