Leia também:
X ‘Colapso de Notre-Dame foi evitado por questão de 30 min’

Família doa 100 milhões de euros para Notre-Dame

Catedral foi alvo de um incêndio

Mayara Macedo - 16/04/2019 13h08 | atualizado em 16/04/2019 13h39

François-Henri Pinault Foto: EFE/ Ian Langsdon

A família francesa Pinault, que é dona do banco Artemis e do grupo Kering, doou 100 milhões de euros (R$ 440,88 milhões) para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame, que foi alvo de um incêndio na última segunda-feira (15) em Paris, na França.

– Esta tragédia fere todos os franceses e todos aqueles vinculados a valores espirituais. Diante de tamanho drama, cada um quer trazer a vida de volta a esta joia do nosso patrimônio – declarou o presidente do grupo Kering, François-Henri Pinault para o jornal Le Figaro.

Henri revelou que seu pai, de 82 anos de idade e que também se chama François, irá se esforçar para a reconstrução da clássica catedral. O idoso é dono da terceira maior fortuna da França. De mesmo modo, nesta terça-feira (16), o presidente do país europeu Emmanuel Macron e a Fundação Patrimônio irão abrir uma coleta de doações para a recuperação de Notre-Dame.

Leia também1 'Colapso de Notre-Dame foi evitado por questão de 30 min'
2 Papa se abre após incêndio em Paris: 'Incredulidade e tristeza'
3 Para procurador, incêndio em Catedral foi "acidente"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.