Leia também:
X Joe Biden anuncia execução do líder do Estado Islâmico na Síria

Melinda não dará maior parte da fortuna à Fundação Gates

Ex-mulher de Bill Gates disse que se recusa a deixar recursos "concentrados" em um só lugar

Pleno.News - 03/02/2022 11h41 | atualizado em 03/02/2022 12h50

Melinda Gates e Bill Gates Foto: EFE/LAURENT GILLIERON

Melinda French Gates, ex-mulher de Bill Gates, é uma das filantropas mais influentes do mundo. Ela decidiu doar a maior parte de sua fortuna à Fundação Bill e Melinda Gates, fundada com o ex-marido. Em compensação, repartirá a quantia com outras iniciativas, segundo informou o The Wall Street Journal.

A publicação, que cita pessoas relacionadas com o assunto, aponta que Melinda oficializou a mudança na distribuição da sua riqueza no final de 2021, quando divulgou a sua primeira carta sozinha sobre Giving Pledge, um projeto que incentiva os bilionários a compartilhar o que têm e no qual ela se comprometeu a dar a maior parte da sua fortuna à fundação.

Em carta publicada nesta quarta-feira (2) no Giving Pledge, Melinda disse estar “reafirmando” a ideia com a qual criou o projeto em 2010, com Bill Gates e o investidor Warren Buffett. Ela também disse estar igualmente disposta a se separar da “maioria dos recursos” que tem acumulado ao longo da vida, mas que se recusa a deixá-los “concentrados” em um só lugar.

– Reconheço o absurdo de tanta riqueza estar concentrada nas mãos de uma pessoa e penso que a única coisa responsável a se fazer com uma fortuna deste tamanho é dá-la – disse Melinda.

Ela enfatizou ainda a importância tomar esta decisão de forma “cuidadosa”, para que seja “impactante”.

A ex-mulher de Bill Gates disse nunca ter imaginado que um dia poderia doar bilhões de dólares e, embora não tenha especificado a quais outras organizações distribuirá o seu dinheiro, mencionou que, em 2015, criou a empresa Pivotal Ventures com o objetivo de contribuir para o “progresso social” nos Estados Unidos.

Segundo ela, também não é um “ato particularmente nobre” se desfazer de um dinheiro “do qual a sua família nunca precisará”, motivo pelo qual se compromete a “fazer mais do que assinar cheques”.

– Dedicarei o meu tempo, energia e esforços trabalhando para combater a pobreza e melhorar a igualdade – comentou.

A Fundação Bill e Melinda Gates é uma das principais instituições de caridade do mundo, com um fundo avaliado em 50 bilhões de dólares (R$ 265 bilhões). O ex-casal continua a presidir a fundação, mas Melinda se comprometeu a sair em 2023 se algum deles decidir que não pode mais trabalhar junto.

*EFE

Leia também1 "A próxima pandemia vai ser mais mortal", prevê Bill Gates
2 Bill Gates fará doação bilionária para iniciativas de igualdade de gênero
3 Gates acreditava que diversidade iria destruir Microsoft, diz site
4 Bill Gates transfere mais R$ 4,5 bilhões em ações para Melinda
5 Bill Gates saiu da Microsoft por caso extraconjugal, diz jornal

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.